Fonte: OpenWeather

    Sem Categoria


    Manifestantes a favor do impeachment de Dilma começam a chegar na Ponta Negra

    Segundo os organizadores do evento, a estimativa é que até a hora da votação, prevista para às 17h, é que 15 mil pessoas estejam no local - fotos: Mara Magalhães
    Segundo os organizadores do evento, a estimativa é que até a hora da votação, prevista para às 17h, é que 15 mil pessoas estejam no local - fotos: Mara Magalhães

    Aproximadamente 400 pessoas realizam manifestação  no Complexo da Ponta Negra, localizado na Zona Centro-Oeste, na tarde deste domingo (17), a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).  

    Segundo os organizadores do evento, a estimativa é que até a hora da votação, prevista para às 17h, é que 15 mil pessoas estejam no local. A concentração começou a partir das 14h30, onde três telões transmitem ao vivo a votação.

    Para fazer a segurança na Ponta Negra, 530 Policiais Militares (PM), sendo do CP Oeste, Leste, Força tática e Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam).

    Manifestantes_PontaNegra

    Segundo o bombeiro civil, Marcelo Matos, o processo de impeachment será apenas o começo da melhora na corrupção do país. “A politica é boa, mas a politicagem  é que  acaba com o Brasil. Sou a favor do Impeachment, isso não vai acabar com a corrupção, é apenas o início de todo um processo de melhoria no país. Dilma só vai ser a primeira, logo, todos os corruptos também serão condenados”, comentou.

    No microfone, os organizadores  do evento gritavam que, caso o deputado Hissa Abraão (PDT) vote contra o impeachment,  o parlamentar não deveria nem voltar para o Estado.  Até o momento, nem Hissa, Conceição Sampaio (PP) e Alfredo Nascimento (PR)  informaram seus votos.  Já Pauderney Avelino (DEM), Átila Lins e Silas Câmara, ambos do PSD, Marcos Rotta (PMDB) e Arthur Bisneto (PSDB) já declararam  sim ao impeachment.

    Por equipe EM TEMPO Online

    Com Informações de Mara Magalhães