Fonte: OpenWeather

    Sem Categoria


    Hissa se mostra confiante e diz que vai fazer de tudo para permanecer no PDT

    O parlamentar irá se reunir com o diretório nacional do partido em Basília, na próxima semana - foto: Camila Carvalho
    O parlamentar irá se reunir com o diretório nacional do partido em Basília, na próxima semana - foto: Camila Carvalho

    O deputado federal Hissa Abraão, presidente do diretório no Amazonas do Partido Democrático Trabalhista (PDT), afirmou nesta terça-feira (19), que já tinha o voto favorável ao impeachment - antes mesmo de ingressar na sigla - e que vai fazer de tudo para permanecer no partido que escolheu para ficar e estabelecer um diálogo.A declaração foi dada durante coletiva de imprensa na representação parlamentar, em Manaus, localizado na rua Içá, no bairro Vieiralves, Zona Centro-Sul, às 15h, onde o deputado destacou que, se punido, preferia desistir  da pré-candidatura à prefeitura de Manaus, a sair do PDT. “Dentro do PDT, a gente consegue um ambiente necessário para criar um projeto consistente para Manaus, que pode ser encabeçado ou apoiado por mim”.

    O parlamentar se mostrou confiante e disse que não tinha nenhum partido em vista, pois acredita que não será expulso da sigla. “Não sou de ficar trocando de camisa o tempo todo. Migrei para o PDT, após ficar 16 anos no PPS, e pretendo passar muitos anos nesse partido. Confio que o diálogo e a democracia interna vencerão”.

    Questionado sobre o possível substituto da presidente Dilma Roussef (PT), o vice Michel Temer (PMDB), Hissa avaliou que Temer tem “competência, compromisso e capacidade de dar uma chance ao país”.

    O deputado irá se reunir com presidente nacional licenciado do PDT, Carlos Lupi, juntamente com o diretório da sigla, em Brasília, na próxima semana onde tratarão do assunto.

    Por Luana Dávila