Fonte: OpenWeather

    Sem Categoria


    Arthur diz que está 'fazendo pressão' para empresa dar celeridade ao projeto ‘Zona Azul’

    O anúncio foi feito durante cerimônia de inaguração de mais etapa da avenida Eduardo Ribeiro - foto: divulgação: Semcom
    O anúncio foi feito durante cerimônia de inauguração de mais etapa da avenida Eduardo Ribeiro - foto: divulgação/Semcom

    O prefeito anunciou que está “fazendo pressão” para que a empresa  responsável pelo contrato de concessão do projeto Zona Azul dê celeridade ao sistema de estacionamento rotativo no Centro de Manaus e que a experimentação do projeto inicie em maio.

    O anúncio foi feito durante a inauguração de mais um trecho de revitalização da nova avenida Eduardo Ribeiro,  nesta segunda-feira (2), que busca resgatar as características do século XIX e está ganhando forma a cada nova fase.

    “Agora em maio o projeto começa experimentalmente. Eu já disse que não quero tolerar mais demora. Já fiz à empresa, essa advertência, o compromisso era de fazer muito antes e estão fazendo muito depois. Que façam, pois é a última chance que estou dando, do contrário, terei que começar do zero tudo de novo, “disse.

    Ainda segundo o prefeito, a Zona Azul vai multiplicar por cinco ou seis o número de vagas de estacionamento no Centro. “O projeto vai ajudar para que haja número maior de pessoas na área. Muita gente acaba não vindo aqui, porque fica com a preocupação de encontrar ou não uma vaga para o carro. Se temos cinco mil vagas hoje, vamos ter 25 a 30 mil vagas no futuro,” concluiu.

    Arthur ressaltou que os gastos com as obras de revitalização da Eduardo Ribeiro não vão mexer nos cofres da prefeitura. “São quase  R$10 milhões investidos aqui, mas tudo de graça para a prefeitura. Essa obra é baseada em dinheiro que o Implurb recebeu por compensações de empresas que queriam alguma coisa, que dava para fazer legalmente, mas que havia algum entrave. Então pagaram uma medida compensatória,” finalizou.

    Por Joandres Xavier