Fonte: OpenWeather

    Sem Categoria


    Em delação, Pedro Corrêa diz que Alfredo Nascimento desviou dinheiro do DNIT

    O ex-ministro disse que as acusações são antigas e que já foi inocentado pela Justiça - foto: divulgação
    O ex-ministro disse que as acusações são antigas e que já foi inocentado pela Justiça - foto: divulgação

    O deputado federal Alfredo Nascimento foi citado esta semana em delação premiada do ex-deputado federal Pedro Corrêa (PP), preso pela Operação Lava Jato. Corrêa acusa Alfredo de desvio de dinheiro  do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), na época em que era Ministro dos Transportes. A delação de Pedro Corrêa aguarda a homologação do ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal.

    Ao ser procurado pela reportagem do EM TEMPO, o ex-ministro disse que as acusações são antigas e que já foi inocentado pela Justiça.

    “Não há nada novo nessa delação. É uma denúncia antiga, na época em que fui ministro dos Transpores. Tudo já foi investigado à exaustão pela Polícia Federal e Ministério Público. Nada foi comprovado e fui inocentado. Mas para ganhar vantagens jurídicas, os delatores insistem em requentar essa denúncia. Já provei minha inocência e provarei todas as vezes que forem necessárias”, rebateu Alfredo.

    Alfredo também disse que irá processar o delator da Lava Jato. “Vou processar o senhor Pedro Corrêa por essa citação injusta e inverídica ao meu nome”, afirmou.

    A delação de Pedro Corrêa, divulgada pela mídia nacional, também envolve o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva,  afirmando que  ele sabia do desvio de dinheiro da Petrobras.

    O nome de outros políticos como o ex-ministro Aldo Rebelo;  o ex-ministro Aloizio Mercadante; o ministro do TCU Augusto Nardes; o deputado José Guimarães; o deputado Paulo Maluf; a ex-governadora do Maranhão Roseana Sarney e o senador Valdir Raupp.

    Por equipe EM TEMPO

    Mais lidas

    1. Em trabalho de parto, mulher dá à luz em carro com ajuda de PMs