Fonte: OpenWeather

    Sem Categoria


    Em protesto contra o fechamento do T1, ambulantes bloqueiam Constantino Nery

    O grupo de manifestantes protestaram com cartazes nas mãos - foto: Luís Henrique
    O grupo de manifestantes protestaram com cartazes nas mãos - foto: Luís Henrique

    Um grupo de vendedores ambulantes bloqueou na manhã desta sexta-feira (24) trecho da avenida Constantino Nery, nas proximidades do Terminal 1, no Centro de Manaus, deixando o trânsito congestionado em quase toda a extensão da via.

    A manifestação, que começou por volta de 9h30, é contra o fechamento do terminal, anunciado na última quarta-feira (22).

    De acordo com um dos manifestantes, ambulante Esmael de Souza, 26, os vendedores foram informados pela Secretaria Municipal de Feiras, Mercados, Produção e Abastecimento (Sempab), que o terminal 1 seria demolido e no local seriam construídas paradas comuns.

    “Nessa semana nos reunimos com a Sempab e o secretário informou que o terminal seria destruído e nós teríamos que deixar o local. Isso é um desrespeito com a agente, se realmente acontecer não será só prejudicial para nós e sim para toda a população que utiliza o terminal 1”, ponderou.

    Outro vendedor ambulante que estava participando do protesto, Alexandro Carlos, 35, também questionou a demolição do terminal. Segundo ele, cerca de 131 vendedores ambulantes permissionários trabalham no local atualmente.

    “Nós precisamos desse trabalho, sustentamos nossas famílias com o dinheiro que ganhamos aqui, não podemos ser retirados assim, para onde vamos? ”, questionou o homem.

    Funcionários da Secretaria do Centro Histórico de Manaus estiveram no local e informaram que na próxima segunda-feira (26) irão realizar uma reunião com os ambulantes e representantes da Sempab.

    Devido à manifestação, o transito ficou congestionado em quase toda a extensão da avenida Constantino Nery. Agentes do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) estiveram no local para orientar os condutores que tentavam trafegar pela área.

    Conforme o Manustrans, o grupo fechou por quase uma hora a via que dá acesso ao terminal 1. O trânsito foi normalizado por volta das 11h20.

    Por Mara Magalhães

    Com informações de Luís Henrique