Fonte: OpenWeather

    Tecnologia


    Após polêmica, aplicativo ‘Lulu’ anuncia nova versão no Brasil

    O aplicativo ‘Lulu’ vai voltar ao Brasil. O app, que permitia a mulheres avaliarem os homens com notas de um a dez e com hashtags criativas, anunciou a retomada das atividades no país em uma nova versão do programa.

    Para se registrar no serviço, o usuário agora vai precisar colocar o número do celular e não mais a conta do Facebook.

    Os homens também podem se cadastrar. Na nova versão, estão livres para navegar livremente pelo app para saber sua avaliação e ver quem são suas admiradoras secretas. Assim, não precisarão mais pedir o celular emprestado para uma amiga.

    O ‘Lulu’ veio ao Brasil pela primeira vez em 2013, ocupando a primeira colocação entre os mais baixados da ‘App Store’.

    O aplicativo, porém, causou polêmica com muitos homens não ficando satisfeitos com a avaliação que recebiam.

    Na ocasião, algumas pessoas entraram na Justiça pedindo para não ter seus dados disponíveis na ferramenta. O Ministério Público do Distrito Federal (MP-DF) abriu um inquérito civil público contra a Luluvise Incorporation, empresa responsável, alegando que o aplicativo ofendia a honra e a privacidade dos consumidores.

    A maior crítica era que o ‘Lulu’ puxava os dados dos amigos do Facebook das usuárias sem que eles tivessem conhecimento e dessem permissão. Em resposta, o Lulu modificou as regras, determinando que apenas os homens que se cadastrassem no app pudessem ser avaliados.

    Por decisão judicial, ele foi obrigado a ser retirado do ar desde 2014.

    Na nova versão, esse problema foi resolvido, pois só quem se cadastrar poderá dar e receber notas.

    O Lulu oferecerá, ainda, um chat, se transformando em um aplicativo de relacionamentos. Só que as mulheres é que precisarão tomar a iniciativa e puxar papo com seus pretendentes. Elas também poderão interagir com os que tiveram as avaliações mais altas.

    As usuárias também terão a opção de conversar com outras inscritas sobre sexo, relacionamentos e sobre os homens avaliados no site.

    Embora ainda não haja data de lançamento, quem quiser ter acesso em primeira mão pode se inscrever no site e entrar numa lista de espera VIP.

    É preciso informar o número correto do celular no cadastro, pois será por ele que o aplicativo contatará os selecionados.

    Por Folhapress