Fonte: OpenWeather

    Amazonas


    Em Iranduba, ruas foram recapeadas 'pela metade', diz Serafim Corrêa

    Para o deputado, que é líder do PSB no Parlamento estadual, a ação do atual governo, ao retirar as máquinas de recapeamento após a derrota nas eleições de outubro, é o “símbolo da velha política”.

    O programa “Ação Conjunta” trouxe a promessa, às vésperas da eleição, de levar obras viárias aos municípios do Amazonas e a obra ainda continua inacabada
    O programa “Ação Conjunta” trouxe a promessa, às vésperas da eleição, de levar obras viárias aos municípios do Amazonas e a obra ainda continua inacabada | Foto: Divulgação

    Iranduba - O programa “Ação Conjunta” do Governo do Estado deixou ruas do município de Iranduba recapeadas somente pela metade. A denúncia foi feita por moradores do município ao deputado Serafim Corrêa (PSB), que visitou o local no sábado (15).

    “Todos aqui já ouviram falar na história de dar a dentadura de cima e não dar a debaixo, mas nesta eleição, nós vimos uma coisa inusitada: o governador (Amazonino Mendes) asfaltou só um lado da rua. E não estou falando de uma rua, não. Todas as ruas do município estão assim, inclusive a rua principal da entrada da cidade. Eu estive no município de Iranduba, no sábado, e as pessoas me abordaram dizendo que o governador só iria asfaltar o outro lado se vencesse, mas ele perdeu”, relatou Serafim.

    Para o deputado, que é líder do PSB no Parlamento estadual, a ação do atual governo, ao retirar as máquinas de recapeamento após a derrota nas eleições de outubro, é o “símbolo da velha política”.

    “Meus amigos, isso daí é o símbolo da velha política, e isso está sendo sepultado. Eu espero - e claro que não dá mais tempo de fazer porque as máquinas já deixaram a cidade - que o próximo governo conserte essa situação, pois esse é um dos muitos problemas que ele (Wilson Lima) será herdado, e essa herança é maldita”, concluiu Corrêa.

    O programa “Ação Conjunta” trouxe a promessa, às vésperas da eleição, de levar obras viárias aos municípios do Amazonas e a obra ainda continua inacabada.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Serafim Corrêa alerta sobre dificuldades na Transamazônica

    Serafim alerta para o risco de outras empresas deixarem a Zona Franca

    Serafim Corrêa alerta para destruição da BR-319 e pede fiscalização