Fonte: OpenWeather

    Perdido na floresta


    Homem se perde na Amazônia, é picado por cobra, mas sobrevive

    Homem saiu para caçar e se perdeu, e após ser picado por cobra, mas foi encontrado na última quinta nas matas de Santa Isabel do Rio Negro, no Amazonas

    Manaus - Um homem se perdeu em plena floresta amazônica e, mesmo após ser picado por uma cobra, conseguiu sobreviver, ficando mais de 10 dias perdido na mata.  Segundo informações de amigos, o piaçaveiro conhecido como "Ledão", estava perdido na mata desde o dia 22 de abril quando saiu para caçar no rio Darahá no  município de Santa Isabel do Rio Negro ( distante 680 quilômetros de Manaus). 

    De acordo com Ledão, somente no dia 27 conseguiu encontrar o caminho de casa. Ele relata que os dias em que esteve perdido na mata sobreviveu,  alimentando-se de frutos da floresta e bebendo água da chuva. Numa noite, enquanto  dormia foi picado por uma cobra. Segundo ele, sobreviveu fazendo remédios com as próprias plantas da floresta. 

    Homem saiu para caçar e se perdeu, e após ser picado por cobra, foi encontrado já na última quinta-feita (12).
    Homem saiu para caçar e se perdeu, e após ser picado por cobra, foi encontrado já na última quinta-feita (12). | Foto: Reprodução

    Perdido e sem direção, teve que caminhar aproximadamente trinta quilômetros, até chegar as margens do rio negro, no limite de Santa Isabel do Rio Negro, com o município de Barcelos, onde construiu uma "jangada" com buritizeiro e navegou por dois dias até chegar a comunidade de Malalará no Rio Preto

    No lugar, ele procurou ajuda dos comunitários, recebeu os primeiros atendimentos, mas devido à distância entre as localidades, somente nesta quinta feria (02), chegou ao município de Barcelos.

    Ledão foi levado ao hospital para ser medicado. Segundo informações de amigos ele já se recupera bem e está em casa.

    Leia Mais

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Bombeiros encontram corpo de homem desaparecido em rio, no Tarumã

    Wilson Lima faz parceria para atrair recursos internacionais