Infraestrutura


Moradores do bairro Coroado 3 reclamam que ruas viraram peneiras

Os buracos nas vias impedem a locomoção da população principalmente no período chuvoso

Os próprios moradores tiveram que colocar cascalho, areia e barro no buraco | Foto: Naylene Freire

Manaus - Na comunidade Ouro Verde, situada no bairro Coroado 3, na Zona Leste de Manaus, os moradores sofrem com os buracos na rua e afirmam que há mais de cinco anos não existe asfalto no local. As crateras impedem a locomoção da população, principalmente nos meses de inverno amazônico, período de chuva.

Quando chove, a água entra nos buracos e dificulta a visualização dos motoristas à noite. Muitos já caíram com o carro nas aberturas e tiveram prejuízos, sem contar os problemas com as alagações.

De acordo com os moradores, a concessionária Águas de Manaus, responsável pelo abastecimento de água, abriu um buraco no local para solucionar um problema em um cano e não fechou - deixando o local exposto.

As ruas estão com difícil acesso
As ruas estão com difícil acesso | Foto: Naylene Freire

O relato da moradora Karina Macedo descreve a situação atual da rua Castelo Branco. “Essa situação está prejudicando os moradores que têm carro. Ficamos muito tempo sem poder passar com veículos aqui. Como a rua é sem saída, o buraco impedia a passagem dos automóveis e os moradores tinham que deixar os carros antes do buraco, para poder chegarem em suas casas", relata.

Ainda segundo Karina, a rua Castelo Branco inteira está esburacada e a sensação é de total "abandono". "Tivemos que nos unir para juntos colocarmos cascalho, areia e barro no buraco, se não até hoje estaríamos deixando os carros distantes de nossas residências”, contou a universitária.

| Autor: Imagens César Gomes
 

Os moradores relataram que entraram várias vezes em contato com a concessionária, porém não obtiveram sucesso.

Para a dona de casa Nara Rúbia de Aguiar, os buracos são de responsabilidade da Prefeitura. “Aqui, até os motoristas de aplicativos são difíceis de vir, porque está cheio de buraco. Nossos filhos nem brincam mais na rua, porque não há condições para isso. Estão tirando a infância das crianças. Já pensou não poder brincar na rua da própria casa? ”, questiona Nara.

| Autor: Imagens César Gomes
 

O Em Tempo percorreu por outras ruas do bairro e identificou outros buracos, como nas vias Princesa, Copaíba, e rua S, onde os moradores reclamam que estão esquecidos pelos governantes.    

Águas de Manaus

Em nota, a concessionária informou que a situação relatada na rua Castelo Branco está na programação de serviços da empresa para os próximos dias.

Os buracos estão aumentando diariamente devido ao período de chuvas
Os buracos estão aumentando diariamente devido ao período de chuvas | Foto: Naylene Freire

A empresa esclareceu, ainda, que qualquer ocorrência que necessite intervenção da empresa deve ser registrada nos canais oficiais de relacionamento com o cliente: SAC 0800-092-0195, WhatsApp (92) 98264-0464, site aguasdemanaus.com.br e aplicativo Águas APP.

Seminf

De acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), uma equipe foi acionada para ir ao local e realizar a manutenção asfáltica e, se necessário, inserir as vias nas próximas edições do Requalifica.