Fonte: OpenWeather

    Novas Medidas


    Arthur antecipa férias, mas diz que alunos não devem ir ao shopping

    Prefeito decreta interrupção das aulas em todas as escolas da rede municipal

    Prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto | Foto: Divulgação

    Manaus - O Prefeito Arthur Virgílio anunciou na tarde desta segunda-feira (16) novas medidas emergenciais de prevenção contra o Coronavírus (Covid-19), na sede da Prefeitura, localizada na avenida Brasil, bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus.

    Durante coletiva, o prefeito anunciou a interrupção das aulas em todas as escolas da rede municipal de ensino. "Faremos a antecipação do recesso escolar, começando a partir desta terça-feira (17), e ao final o balanço será avaliado se é algo prorrogável ou se bastou. Cerca de 500 escolas municipais serão interrompidas, mas o adiantamento do recesso é para ficar em casa e não para ir ao shopping", diz Arthur.

    No Brasil, 200 casos já foram confirmados, 1.913 suspeitos e 1.486 casos descartados segundo o balanço do Ministério da Saúde publicado no último domingo (15). No relatório, São Paulo é o estado com o maior número de casos confirmados, com 136. Em segundo lugar vem o Rio de Janeiro com 24. No Amazonas, apenas um caso foi confirmado em Manaus, dos 12 suspeitos.

    Na capital amazonense, a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) foi a primeira instituição de ensino superior a suspender as aulas. Até o momento, algumas unidades de ensino particulares estão mantendo as atividades normalmente. Clique aqui para saber quais unidades suspenderam as aulas.

    "Um caso foi confirmado em Manaus, mas ainda não há razão para pânico. Tenho confiança que com essas medidas estaremos protegendo e preparando a cidade. Nós estamos tendo cuidado com a saúde das pessoas que nos cercam e com a nossa", diz o prefeito. "As instituições de ensino particulares não podem fazer o mesmo sob minhas ordens, mas eu recomendo", completa.

    O recesso antecipado terá uma duração de 15 dias, mais de 244 mil alunos serão afetados a fim de minimizar a transmissão de possíveis casos. “Os alunos devem ficar em casa, todos estão sendo orientados a evitar os aglomerados e shoppings", ressalta Arthur.

    Outras medidas

    O prefeito também anunciou o adiantamento de parte do 13º salário para aposentados e pensionistas, para custear possíveis gastos com medidas preventivas, a suspensão da emissão de carteira de trabalho se não for por meio virtual. A suspensão do recadastramento da previdência, para todos, e a suspensão pelo período de 30 dias de atividades esportivas, religiosas e culturais que concentrem mais de 100 pessoas em um espaço.

    Ainda durante essa semana, o prefeito declarou que haverá uma reunião entre os líderes do transporte coletivo e a secretaria de saúde para decidir os métodos preventivos adotados nos transportes coletivos.

    "Não temos o desejo de espalhar pânico, não há razão para isso, há razão para nós precavermos. Temos que entender que está na hora de salvar vidas, fazer o desagradável para evitar o desastroso. Ainda essa semana faremos uma reunião para falar sobre a prevenção nos coletivos", comenta o prefeito.