Fonte: OpenWeather

    Educação


    ‘Semed Responde’ vai esclarecer sobre o projeto 'Aula em Casa'

    A intenção é envolver alunos, professores e familiares em uma grande rede sem sair de casa

    Manaus - Para aproximar a comunicação entre todos os envolvidos no processo educacional dos estudantes, a Prefeitura de Manaus criou o “Semed Responde”, mais uma ferramenta para informar pais, alunos e educadores, esclarecer as dúvidas sobre o retorno do recesso escolar e sobre como serão as atividades do projeto “Aula em Casa”.  Todos os profissionais da educação estão em home-office, devido à necessidade de isolamento social por conta da pandemia Covid-19.

    O “Aula em Casa” faz parte de um forte trabalho da Prefeitura de Manaus e do governo do Estado, por meio de Termo de Cooperação Técnica entre a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e Secretaria Estado de Educação e Desporto (Seduc), de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública, devido à Situação de Emergência e Estado de Calamidade Pública decretados pelo prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, e as medidas também tomadas pelo governo estadual para evitar o avanço do novo coronavírus. 

    Por meio do projeto, estudantes da rede pública municipal e estadual têm aulas em casa, em horário determinado na TV aberta, ou por sites e aplicativos, onde também podem interagir e tirar dúvidas. A intenção é envolver alunos, professores e familiares em uma grande rede, para dar continuidade ao fluxo de aprendizagem com qualidade, sem sair de casa e sem se expor ao vírus.

    “Com o apoio das famílias e das duas redes públicas de ensino, estamos mostrando o grande potencial da política educacional, que tem responsabilidade e que faz de verdade transformação social e que garante uma mudança de vida para a população. Então, eu só tenho a agradecer toda a equipe da Semed, ao prefeito Arthur Neto, que sempre confia nas nossas ações, ao governador Wilson Lima e ao secretário de Educação, Luís Fabian, pela parceria”, disse a secretária de Educação de Manaus, Kátia Schweickardt.

    Por meio do “Semed Responde”, a secretaria pretende responder perguntas frequentes enviadas para as redes sociais da Semed, e-mail e grupos de mensagens. A gravação da primeira edição foi realizada nesta quarta-feira, 1º/4, nos estúdios do Centro de Mídias de Educação do Amazonas (Cemeam), da Seduc-AM, zona Centro-Sul de Manaus, e contou com a participação da secretária Kátia Schweickardt e da diretora do Departamento Geral dos Distritos (Degd) da Semed, Selma Trindade.

    Nas últimas semanas, muitos servidores enviaram questionamentos relacionados à situação das cargas dobradas durante este período de quarentena.

    A secretária Kátia garantiu que todos os professores que atuam em sala de aula e que dobram carga, continuarão recebendo, assim como todos que realizaram solicitações até o último dia 17, conforme publicado no Diário Oficial do Município (DOM).

    “Nada vai mudar, todos os professores que já dobram as cargas e os que solicitaram, antes do isolamento, receberão normalmente, mesmo porque todos estarão em home office auxiliando os alunos com as atividades do “Aula em Casa”. Estamos trabalhando junto com a nossa Secretaria de Administração e Finanças (SAF) e a Casa Civil e conseguimos publicar todas essas cargas, para que em abril todas sejam pagas”, afirmou a secretária, que durante a gravação falou ainda sobre a importância da participação da família no projeto “Aula em Casa”

    “Com o projeto ‘Aula em Casa’ estamos assumindo uma nova forma de fazer educação, estamos tirando disso tudo uma grande aprendizagem. Há dois anos é lema na prefeitura que família e escola devem caminhar juntas, se tornando assim responsáveis um pelo outro. E, nessa crise, é o momento de colocar em prática tudo o que já estamos trabalhando, por isso contamos muito com o apoio dos pais, tios, irmão mais velho ou qualquer outra pessoa que acompanhe a criança, para que o ‘Aula em Casa’ seja um sucesso”, orientou a secretária.

    Já a diretora do Degd, Selma Trindade, falou do efeito cascata para que as informações e orientações cheguem até a ponta, que são os alunos. E que, para isso é necessário a participação de toda a equipe das Divisões Distritais Zonais (DDZs) da Semed, diretores e pedagogos das unidades de educação.

    “As nossas sete DDZs, que atuam em todas zonas geográficas de Manaus, já sabem todas as informações sobre o ‘Aula em Casa’ e essas orientações serão repassadas aos diretores, pedagogos e professores. Todos terão um papel fundamental no apoio ao professor, que atenderá diretamente o aluno e a família”, esclareceu a diretora.


    Com informações da assessoria