Fonte: OpenWeather

    Orçamento


    Sefaz: veja orçamento para combater à Covid-19 no Amazonas

    Sefaz apresenta a execução orçamentária de abril no combate à Covid-19 na Aleam. Dados atestam predominância de recursos do Executivo estadual no enfrentamento à pandemia

    Secretaria de Estado de Fazenda do Amazonas
    Secretaria de Estado de Fazenda do Amazonas | Foto: Divulgação

    MANAUS (AM) - A Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-AM) apresentou, nesta quarta-feira (6), na Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), um balanço da execução orçamentária no combate ao novo coronavírus no Estado do Amazonas no mês de abril.

    De acordo com os dados do Sistema Integrado de Gestão Orçamentária (SIGO), até o dia 30 de abril foram empenhados mais de R$ 160 milhões no combate à pandemia, dos quais foram liquidados R$ 56 milhões e pagos R$ 53,4 milhões.

    Apresentado pelos secretários executivos de Tesouro, Luiz Otávio da Silva, e de Orçamento, Cristiane Travassos, o relatório demonstra também que o Governo do Estado autorizou, no mês, a execução de cerca de R$ 200 milhões no combate à pandemia.

    O documento foi apresentado às deputadas Alessandra Campelo (MDB) e Joana D’Arc (PL) e ao deputado Péricles Nascimento (PSL), membros da comissão parlamentar que acompanha o orçamento estadual para o enfrentamento da pandemia. Também esteve presente, na reunião, um assessor do deputado Wilker Barreto (Podemos).

    De onde veio o dinheiro?

    Deste montante, R$ 115,8 milhões são oriundos do orçamento do Tesouro Estadual e R$ 83,1 milhões do Orçamento Federal, demonstrando predominância de recursos do Executivo estadual no combate ao novo coronavírus, no mês de abril. Do orçamento oriundo do Governo Federal, a receita destinada exclusivamente para este fim foi de R$ 46,1 milhões.

    Transparência

    A deputada Alessandra Campelo ressaltou a importância da reunião para a transparência da gestão orçamentária dos recursos na luta contra à Covid-19. 

    “Importante essa primeira reunião da comissão por mostrar como está funcionando o orçamento, os remanejamentos e a ação programática específica do combate à Covid-19, que permite a transparência.  Embora a lei diga que o envio das planilhas é mensal, a Sefaz se colocou à disposição para nos auxiliar durante todo o período, independente do envio mensal. Agora vamos estudar as planilhas com os demais membros da comissão”, comentou a deputada Alessandra Campelo. 

    O secretário executivo do Tesouro da Sefaz, Luiz Otávio da Silva, ressaltou que o encontro teve caráter prévio, já que haverá um relatório mais completo a ser divulgado na próxima semana. Ele também ressaltou a importância da atuação conjunta dos Poderes. 

    * Com informações da assessoria