Fonte: OpenWeather

    Miss Manicoré


    Miss assassinada em Manaus homenageou mãe na internet

    "Não existe amor como o nosso, e nem palavras que expressem a admiração que sinto por você", postou a miss

    Homenagem foi no último domingo (10) | Foto: Reprodução/Instagram

    Manaus - A miss Kimberly Karen Mota Oliveira, de 22 anos, encontrada morta por esfaqueamento em um apartamento no bairro Centro, Zona Sul de Manaus, postou, nas redes sociais, homenagem para a mãe antes de desaparecer.

    Kimberly Karen Mota, técnica em enfermagem e miss Manicoré, foi encontrada morta por esfaqueamento na madrugada desta terça-feira (12), no apartamento do namorado, Rafael Fernandes Rodrigues, de 31 anos, que ainda não foi localizado pela polícia.

    Em suas redes sociais, Kimberly mostrava estar sempre feliz e cuidando do corpo. Seu último post foi há dois dias, onde foi comemorado o Dia das Mães. Ela aparece em uma imagem ao lado de sua mãe, e aproveitou para homenagear a genitora por meio de uma mensagem.

    "Não existe amor como o nosso, e nem palavras que expressem a admiração que sinto por você. Obrigado por estar sempre ao meu lado! Te amo, saudades aperta o coração", diz a mensagem postada no perfil da miss no Instagram.

    Jovem tinha apenas 22 anos
    Jovem tinha apenas 22 anos | Foto: Reprodução/Instagram

    Sobre o caso

    Até o momento o principal suspeito Rafael Rodrigues, de 31 anos, advogado no Tribunal Regional do Trabalho em São Paulo, não foi encontrado. A identidade e crachá dele foram encontrados no apartamento, local onde aconteceu o crime.

    A polícia acredita que a motivação pode ter sido por conta do término do relacionamento dos dois, que teriam brigado. A jovem foi golpeada três vezes durante a discussão. Eles estavam namorando há dois meses.

    O Portal Em Tempo procurou um perito da Polícia Civil do Amazonas, para analisar as imagens do corpo de Kimberly. Ele diz que pode ter acontecido, de fato, um desentendimento.

    "O que posso dizer a priori é que tudo leva a crer que ela começou a ser atingida, pelo menos, na cama e depois foi levada, ou foi sozinha, para o piso. As manchas que há, depois dela, no piso são do assassino que pisou e foi se espalhando. Parece que houve luta corporal", disse o perito criminal, que preferiu manter a identidade oculta e cuja observação profissional pode ser uma das linhas de investigação da polícia.

    Desaparecimento

    Um familiar, que também conversou com o Portal Em Tempo, informou não conhecer o atual namorado da jovem. Conforme ele, Rafael buscou a miss em casa, no domingo, e, após isso, ambos desaparecem. 

    "Meu irmão, ao notar o desaparecimento dela, ainda foi até o apartamento desse namorado, mas não tinha ninguém lá. No entanto, nessa madrugada, a amiga dela ligou para ele e informou que ela estava morta", disse Enri Mota, tio da vítima. 

    A amiga, que informou sobre a morte, está sendo ouvida na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), para detalhes de como soube da morte de Kimberly. 

    O corpo da miss Manicoré está sendo embalsamado em Manaus, e será encaminhado para a cidade da família, em Manicoré, onde será velado e enterrado.