Fonte: OpenWeather

    Prevenção


    Vacinação contra febre aftosa tem novo prazo em 41 municípios do AM

    Campanha 'Amazonas sem Febre Aftosa" foi prorrogada até o dia 31 de maio devido a pandemia

    O novo prazo tem parecer favorável da Adaf e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa)
    O novo prazo tem parecer favorável da Adaf e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) | Foto: Divulgação

    Manaus - A campanha ‘Amazonas sem Febre Aftosa’, em 41 municípios das calhas dos rios Amazonas e Solimões foi prorrogada até o próximo dia 31, de acordo com a  Portaria nº 098, expedida pela Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf).

    O novo prazo tem parecer favorável da Adaf e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em atendimento à solicitação da Federação da Agricultura e Pecuária do Amazonas (Faea) diante das medidas de enfrentamento ao novo coronavírus no Estado.

    Municípios

    Nesse sentido, visando à necessidade de melhorar o índice de vacinação, os produtores rurais de Alvarães, Amaturá, Anamã, Anori, Atalaia do Norte, Autazes, Barreirinha, Benjamin Constant, Beruri, Boa Vista do Ramos, Borba, Caapiranga, Careiro, Careiro da Várzea, Coari, Codajás, Fonte Boa, Iranduba, Itacoatiara, Itapiranga, Japurá, Jutaí, Manacapuru, Manaquiri, Manaus, Maraã, Maués, Nhamundá, Nova Olinda do Norte, Parintins, Rio Preto da Eva, Santo Antônio do Içá, São Paulo de Olivença, São Sebastião do Uatumã, Silves, Tabatinga, Tefé, Tonantins, Uarini, Urucará e Urucurituba deverão imunizar o rebanho de todas as idades até o fim do mês. 

    Aquisição da vacina

    As doses da vacina podem ser adquiridas em casas agropecuárias credenciadas pela Adaf ou nos escritórios do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam). O preço varia de R$ 1,90 a R$ 2,10 por dose (2 ml).

    Notificação- Segundo a Adaf, quanto à notificação da vacina, o produtor rural deverá, até o dia 31 de julho, comprovar que imunizou o seu rebanho, nas Unidades Locais de Sanidade Animal e Vegetal (Ulsavs), da agência, em seu município.

    Para realizar a notificação, o produtor rural deverá agendar previamente o atendimento nas Ulsavs por meio do WhatsApp das unidades locais da agência em seu município.