Fonte: OpenWeather

    Operação


    Três embarcações são interceptadas pela polícia em Eirunepé (AM)

    As ações acontecem em cumprimento ao decreto municipal que restringe a chegada de passageiros de outras localidades ao município.

    | Foto: Divulgação

    Manaus - Após denúncias que informavam sobre  embarcações, policiais civis da Delegacia Especializada de Polícia (DIP) de Eirunepé (distante 1.160 quilômetros em linha reta da capital),  foram encaminhadas ao Porto Foz do Tarauacá no domingo (17), por volta das 22h,  e interceptaram uma lancha e um barco que haviam saído do município de Feijó (AC). No momento da operação, também, foi feita a abordagem em uma balsa oriunda de Manaus.

     A ação, sob comando da delegada-geral Emília Ferraz e coordenação do investigador Gonzaga Junior, gestor da unidade policial, em ação conjunta com a Secretaria Municipal de Saúde, realizaram a operação “Covid-19”. Na ocasião, a equipe de polícia interceptou três embarcações oriundas de outras localidades. 

    “As ações acontecem em cumprimento ao decreto municipal que restringe a chegada de passageiros de outras localidades ao município”, comentou Gonzaga. 

    Segundo o gestor, além da equipe policial e da secretaria de saúde atuarem no controle da entrada ilegal de passageiros, a barreira fluvial também orienta e informa os ribeirinhos a respeito da proliferação do novo coronavírus. 

    Ainda conforme a autoridade policial, os passageiros foram notificados e orientados a ficar de quarentena nas embarcações. A secretaria de Saúde fez uma triagem inicial com os tripulantes, na qual foi verificado se algum deles estava com sintomas do novo coronavírus. O resultado da triagem foi negativo.


    Com informações da assessoria