Fonte: OpenWeather

    Infraestrutura


    Igarapé Mestre Chico em Manaus recebe obras do Prosamim

    A intervenção iniciou nesta quarta-feira (17) na zona Sul de Manaus

    As obras, na área, fazem parte da primeira fase do programa e tiveram seus cadastros finalizados, em 2008
    As obras, na área, fazem parte da primeira fase do programa e tiveram seus cadastros finalizados, em 2008 | Foto: Tiago Corrêa/UGPE

    Manaus - O Governo do Estado, por intermédio da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), iniciou, nesta quarta-feira (17), as obras de intervenção do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim) entre as avenidas Leonardo Malcher e Parintins (Zona sul de Manaus).

    A intervenção do Prosamim, no local, compreende a revitalização de uma área de 15.742,46m², que abrange parte do leito do igarapé Mestre Chico e vai reassentar cerca de 600 pessoas, que viviam em 121 imóveis expostos aos perigos das alagações. 

    A proposta urbanística para o local contempla obras de macro e micro drenagem, esgotamento sanitário, praças, academias ao ar livre, paisagismo, recomposição da flora com plantio de mudas, quadras multiuso, playground equipados com escorregadores, balanços e mais de 3000m² de calçadas.

    As obras, na área, fazem parte da primeira fase do programa e tiveram seus cadastros finalizados, em 2008, após a conclusão dos estudos e projetos para o local. A administração atual retomou o projeto remanescente, contemplando suas obras na terceira fase do programa, o Prosamim III, que está sendo finalizado.  

    Obras

    O subcoordenador de engenharia da UGPE, o engenheiro civil João Benaion, esclarece que, nesse primeiro momento, as máquinas estão realizando a troca de solo da primeira frente de obras. “Os equipamentos retiram o material improdutivo acumulado no leito do igarapé, colocando um solo adequado para realizar a terraplanagem e ter um solo estável para movimentação das máquinas”, explicou o engenheiro.  

    O coordenador executivo da UGPE, o engenheiro civil Marcellus Campêlo, afirma que, desde a criação do Prosamim, o estado enfrentou duas grandes cheias que obrigaram o programa e as administrações anteriores a priorizarem outras áreas de intervenção, em virtude das situações emergenciais trazidas pelas cheias do rio Negro. 

    Campêlo ressalta ainda que a intervenção entre as avenidas Leonardo Malcher e Parintins deve complementar a revitalização do igarapé Mestre Chico. As obras no Largo Mestre Chico, na avenida Sete de Setembro,  iniciaram ainda na primeira fase do programa.


    Com informações da assessoria


    Leia Mais

    FVS divulga mais um crescimento em casos novos de Covid-19 no AM

    Repórter é surpreendida ao vivo por testar positivo para Covid-19