Fonte: OpenWeather

    Oportunidade


    Afeam leva cadastro de Crédito Emergencial no Cidade de Deus em Manaus

    A ação visa atender a demanda de empreendedores do bairro com atendimento presencial

    O atendimento será realizado na Escola Estadual Frei Mario Monacelli, avenida Grande Circular, de 8h às 16h
    O atendimento será realizado na Escola Estadual Frei Mario Monacelli, avenida Grande Circular, de 8h às 16h | Foto: Divulgação Afeam

    Manaus - O Governo do Amazonas, por meio da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), inicia atendimento presencial do Crédito Emergencial no bairro Cidade de Deus (Zona Norte de manaus), de segunda (22) até a próxima sexta-feira (26). O atendimento será realizado na Escola Estadual Frei Mario Monacelli, avenida Grande Circular, de 8h às 16h.

    Neste período da pandemia, o Crédito Emergencial da Afeam está sendo disponibilizado pela internet. No entanto, para atender à crescente demanda dos empreendedores do bairro, a Afeam estará com atendimento presencial para os interessados que moram naquela área.

    O crédito da Afeam é destinado a suprir as principais despesas operacionais (custeio, folha de pagamento, aluguel, contas de consumo e manutenção da atividade produtiva) de produtores rurais, empreendedores autônomos, microempreendedores individuais (MEIs), micro e pequenas empresas, e profissionais liberais durante a pandemia, com taxas de juros de 3,6% a 9,6% ao ano e prazos flexíveis (carência de 180 dias para iniciar os pagamentos). 

    O diretor-presidente da Agência, Marcos Vinicius Castro, ressalta que, para agilizar o atendimento, o empreendedor pode encontrar no site da Afeam, http://www.afeam.am.gov.br/ ,  a lista de documentos que serão exigidos na solicitação do financiamento. 

    “Antes de buscar o atendimento presencial no bairro Cidade de Deus, a orientação é que o interessado verifique a documentação exigida no site da Afeam. Desta forma, vamos fazer o cadastro na Escola e de lá agilizar todo processo do Crédito Emergencial”, disse ele.


    Com informações da assessoria


    Leia mais:

    Quase 50 mil pessoas já se recuperaram da Covid-19 no Amazonas

    Ainda não se vacinou contra influenza em Manaus? Dá tempo!