Fonte: OpenWeather

    Novas diretrizes


    Susam diz ter vantagens e reduções em compras eletrônicas no AM

    Susam garante vantagem no preço e segurança jurídica com fortalecimento do processo de Compra Eletrônica no Amazonas

    Secretaria de Estado de Saúde (Susam)
    Secretaria de Estado de Saúde (Susam) | Foto: Divulgação

    Manaus (AM) - Com novas diretrizes para seus processos de compras e contratações, a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) informou nesta quarta-feira (19) que vem conseguindo redução considerável no valor das Compras Eletrônicas em relação ao preço de referência. 

    De acordo com a assessoria, a Susam passou a concentrar todas as aquisições com valores abaixo de R$ 17.600 e o que está acima desse valor, encontrasse sob a responsabilidade do Centro de Serviços Compartilhados (CSC-AM), responsável pelas licitações no Estado.

    Transparência nas compras

    O secretário de Estado de Saúde Interino, Marcellus Campêlo,  informou que o objetivo é dar mais celeridade, transparência e segurança jurídica às aquisições da Susam. 

    “Estamos realizando os procedimentos de compras, utilizando toda a tramitação eletrônica, tanto em relação aos processos administrativos quanto em relação ao sistema de compras eletrônicas que o Estado dispõe, buscando dar maior transparência aos procedimentos para que possamos demonstrar segurança jurídica nas nossas aquisições. O que estiver abaixo de R$ 17.600 vamos executar, na modalidade de compra eletrônica, e o que for de valor maior está indo para o CSC-AM, que é o órgão responsável pelas licitações no Governo”, afirma o secretário. 

    Ainda segundo ele, a busca pelo menor preço tem resultado em economia para as Compras Eletrônicas realizadas pela Susam. Assim, utensílios hospitalares, cujo preço de referência, no pregão eletrônico, era de R$ 1.070,00, foram adquiridos recentemente por R$ 270 reais. Num outro processo recente de aquisição de mobiliário para as Ouvidorias do Estado, o preço de referência do pregão eletrônico era de R$ 16.800 e o valor final fechou em R$ 12.250,00. 

    Compra Eletrônica

    A Compra Eletrônica 06060/2020, cujo pregão foi realizado na manhã desta quarta-feira (19/08), pelo sistema e-compras, não conseguiu alcançar um valor abaixo do preço de referência, que era de R$ 6.492,00. 

    Além das propostas dos participantes estarem acima do valor de referência, na fase de lance, não se conseguiu chegar a um valor abaixo, o que inviabilizou o fechamento do pregão. 

    Foi aberta nova Compra Eletrônica, a CEL 024/20, para esta sexta-feira (21/08), às 9h, e os proponentes podem obter mais informações e apresentar suas propostas por meio do site do e-compras  : www.ecompras.am.gov.br

    Leia mais:

    SBC apoiará Susam na reestruturação do Hospital Francisca Mendes

    Pazuello passa comando militar e permanece no Ministério da Saúde