Pexe acessível


Sepror vende pescado a preços acessíveis no Armando Mendes

Projeto "Peixe no prato" vai comercializar duas toneladas de pescado

Projeto "Peixe no prato" vai comercializar duas toneladas
Projeto "Peixe no prato" vai comercializar duas toneladas | Foto: Arquivo/Sepror

Manaus- “Peixe no Prato”,  permite ofertar o pescado com um preço mais acessível à população manauara. A próxima edição do programa vai comercializar duas toneladas de pescado, neste sábado (12), a partir das 8h, na praça Central do bairro do Armando Mendes, zona Leste de Manaus.

A ação, coordenada pela Secretaria Executiva de Pesca e Aquicultura (Sepa/Sepror), disponibilizará 10 unidades de jaraqui, de pacu ou de sardinha por R$ 5. O consumidor pode ainda optar por comprar quatro unidades por R$ 2, além de hortifruti a preços populares.

Segundo o secretário executivo da Sepa/Sepror, Leocy Cutrim, esta é uma forma de lar o pescado para pessoas de baixa renda e também movimentar o trabalho de pescadores e piscicultores do Amazonas. “Neste evento buscamos atender toda a zona Leste. Você que quer comprar peixes de qualidade com acompanhamento técnico, venha conhecer e comprar o pescado a preços acessíveis”, disse Leocy.

‘Peixe no Prato’ 

 Nas últimas 11 edições do programa, foram comercializadas mais de 12 toneladas de peixes, beneficiando mais de 8.800 famílias em situação de vulnerabilidade social, gerando uma renda de R$ 88 mil para os piscicultores.


Leia mais: 

Mais de oito toneladas de pirarucu são apreendidas em barco no AM

Terminal Pesqueiro do Amazonas é vistoriado nesta quinta-feira (3)

Em Manaus, jovem saiu para beber com amigo e não retornou para casa