Doação


Prefeitura realiza doação de cestas básicas a catadores de resíduos

As doações fazem parte do projeto Abraço Solidário na Pandemia, com verba do exterior

A iniciativa visa oferecer assistência às famílias das categorias de profissionais mais atingidas pela crise econômica e social causada pela pandemia de Covid-19.
A iniciativa visa oferecer assistência às famílias das categorias de profissionais mais atingidas pela crise econômica e social causada pela pandemia de Covid-19. | Foto: Divulgação / Fundo Manaus Solidária

Manaus - A Prefeitura de Manaus realizou a entrega de mais 13 cestas básicas para pessoas em situação de vulnerabilidade ou risco social. Desta vez, os beneficiários da ação social foram os catadores de resíduos sólidos da Associação Recicla Manaus, no Educandos, Zona Sul. Com a doação, que é parte da campanha “Abraço Solidário na Pandemia”, coordenada pelo Fundo Manaus Solidária, 62 cestas básicas já foram entregues para esse público.

Segundo a presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Ribeiro, essa iniciativa é relevante para ajudar as famílias dos trabalhadores, que passam dificuldades financeiras, por conta  das atividades paralisadas. "O setor de reciclagem foi um desses setores atingidos pela pandemia e ficamos felizes em poder ajudar, em amenizar as dificuldades deste momento. Nossa meta é entregar duas mil cestas a cada semana para diversos grupos e dar um pouco de conforto às famílias durante este tempo de pandemia”, afirma. 

O “Abraço Solidário na Pandemia” é realizado em parceria com governo francês, que destinou à prefeitura um total de 500 mil euros, cerca de R$ 3 milhões, para serem investidos em saúde e assistência social, para minimizar os efeitos da pandemia do coronavírus na capital. A iniciativa visa oferecer assistência às famílias das categorias de profissionais mais atingidas pela crise econômica e social causada pela pandemia de Covid-19.

Jaqueline Lisboa, responsável pela Associação Recicla Manaus, agradeceu a doação e disse que os benefícios chegaram em boa hora, uma vez que a situação de vulnerabilidade dos profissionais se agravou durante a pandemia. “É uma honra para nós receber essa doação. Agradecemos de coração, porque com certeza será de grande ajuda. Muitos dos nossos catadores passam por dificuldades e essas cestas farão toda a diferença”, comenta.

 Distribuição

 O “Abraço Solidário na Pandemia” prevê a distribuição de mais de 15 mil cestas básicas para pessoas em situação de vulnerabilidade ou risco social durante a pandemia de Covid-19. A expectativa é que mais de 78 mil pessoas sejam beneficiadas.

Além da Associação Recicla Manaus, o Fundo Manaus Solidária realizou, recentemente, a entrega de cestas básicas para trabalhadores da Associação de Catadores de Recicláveis do Estado do Amazonas e da Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis do Estado do Amazonas.

A Defesa Civil do Município recebeu três mil cestas básicas que serão entregues a famílias residentes em áreas de risco e em vulnerabilidade social
A Defesa Civil do Município recebeu três mil cestas básicas que serão entregues a famílias residentes em áreas de risco e em vulnerabilidade social | Foto: Divulgação

Para a aquisição das cestas básicas, foi destinado um montante de R$ 1.428.571,00, que resultou na compra de 15.585 cestas. Desse total, já foram entregues ou estão em fase de conclusão de distribuição de cestas aos permissionários das galerias dos Remédios e Espírito Santo, do shopping Phelippe Daou, profissionais da área da cultura e do turismo (927); usuários das cozinhas comunitárias (834); agentes de limpeza pública e catadores de material reciclável (230).

Os usuários do Espaço de Atendimento Multidisciplinar ao Autista Amigo Ruy (Eamaar) receberam 89 e a escola especial André Vidal (507). A Defesa Civil do Município recebeu três mil cestas básicas, que serão entregues a famílias residentes em áreas de risco e em vulnerabilidade social.

Social e saúde

O programa “Abraço Solidário na Pandemia”, com os recursos do governo francês, está beneficiando pessoas que residem em bairros com o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) abaixo da média nacional, além de populações indígenas em áreas urbanas da capital e moradores de comunidades rurais e ribeirinhas.

Na área da saúde, o convênio com o governo da França permitirá a ampliação do atendimento às populações vulneráveis e aos povos indígenas, brasileiros e estrangeiros, com aquisição de equipamentos e insumos, que totalizam investimento de R$ 1.427.370.

A meta da Prefeitura de Manaus é implantar um serviço de radiologia em uma Unidade Básica de Saúde Móvel, com a finalidade de fortalecer a capacidade de resposta à pandemia e, ao mesmo tempo, ampliar a oferta de testes rápidos nas 18 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) preferenciais ao atendimento das síndromes gripais.

*Com informações da assessoria.

Leia mais:

Ação da Prefeitura de Manaus e embaixada dos EUA beneficia famílias

Projeto social entrega mais de 100 doações a ribeirinhos no Amazonas

'Alimente Nossa Arte' troca alimentos por obras do artista Jandr Reis