Fonte: OpenWeather

    Pandemia


    "Não acredito em imunidade de rebanho", diz prefeito Arthur Neto

    Em entrevista ao portal "O Antagonista", o prefeito de Manaus Arthur Neto disse que não acredita que a capital do Amazonas esteja vivendo "imunidade de rebanho"

    Arthur Neto também minimizou hipótese de  uma segunda onda de Covid-19 na capital
    Arthur Neto também minimizou hipótese de uma segunda onda de Covid-19 na capital | Foto: Divulgação

     ,

    Manaus - Em entrevista ao portal "O Antagonista", o prefeito de Manaus Arthur Neto disse que não acredita que  a capital do Amazonas esteja vivendo "imunidade de rebanho", nome que se dá quando a maior parte de uma população foi infectada por um vírus e devido a isso adquiriu imunidade a ele. 

    "Eu não acredito em imunidade de rebanho. Eu não acredito que quem teve a doença, como eu, não vai ter mais. Essa imunidade dura algum tempo, alguns meses, mas não dura para sempre.

    Arthur Neto também minimizou hipótese de  uma segunda onda de Covid-19 na capital, anunciada por especialistas de órgãos como a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e criticou a reabertura das atividades econômicas no final de junho.

    "Eu diria que pode haver uma segunda onda, mas é uma onda bem menor. É para mostrar que o vírus ainda está entre nós. Tem que ter a vacina. Gripe volta".

    Para o prefeito, falar em imunidade de rebanho é “não enfrentar o problema real”.

    Leia mais: www.emtempo.com.br/coronavírus