Fonte: OpenWeather

    Amazonas


    Amazonas é eleito para presidir Fórum de Secretários do Meio Ambiente

    A escolha ocorreu nesta quinta-feira durante a reunião presencial do fórum junto ao Comitê Diretivo da Força-Tarefa dos Governadores para o Clima e Florestas, em Brasília.

     

    O Fórum de Secretários da Amazônia Legal é um dos espaços mais importantes onde gestores das pastas de meio ambiente
    O Fórum de Secretários da Amazônia Legal é um dos espaços mais importantes onde gestores das pastas de meio ambiente | Foto: Divulgação/Sema

    Manaus (AM) - O Estado do Amazonas foi eleito presidente do Fórum de Secretários do Meio Ambiente da Amazônia Legal. A escolha ocorreu na quinta-feira (24), durante a reunião presencial do fórum junto ao Comitê Diretivo da Força-Tarefa dos Governadores para o Clima e Florestas (GCF Task Force), em Brasília.

    O Fórum de Secretários da Amazônia Legal é um dos espaços mais importantes onde gestores das pastas de meio ambiente da região debatem pautas coletivas e articulam uma atuação em conjunto contra os desafios ambientais da maior floresta tropical úmida do mundo.

    O Amazonas foi eleito democraticamente, pelos secretários do Fórum, para presidir o grupo por um ano, com possibilidade de recondução por mais um ano. O secretário de Estado do Meio Ambiente, Eduardo Taveira, é quem estará à frente da conferência. A vice-presidência, por sua vez, passa a ser assumida pelo secretário da pasta ambiental do Maranhão, Diego Rolim.

    "

    O fato de termos sido eleitos para exercer este mandato é extremamente significativo, porque nós estamos amadurecendo o nosso sistema de meio ambiente. Temos inúmeros desafios pela frente, mas, ao mesmo tempo, os modelos que a gente vem implementando de gestão de Unidades de Conservação e no avanço de cadeias produtivas sustentáveis respaldam o Estado para assumir a liderança desse grupo nesse momento "

    Diego Rolim, secretário da pasta ambiental do Maranhão

     

    Com a eleição, Taveira substitui Mauren Lazzaretti, secretária do Meio Ambiente de Mato Grosso, que ocupava o posto até então. Ele destacou o empenho da secretária no fortalecimento do Fórum.

    "

    Quero agradecer ao grande trabalho da presidente Mauren, que conseguiu nos unir e ampliar nossa participação política nos mais diferentes espaços de debates em prol da nossa agenda "

    Taveira, secretário de Estado do Meio Ambiente

     

    A secretária Mauren Lazzaretti, por sua vez, parabenizou o Amazonas pela nova liderança.

    "

    Com muita alegria deixei a presidência após dois anos de intenso trabalho em prol da união dos estados da Amazônia para defesa dos nossos interesses comuns e fortalecimento institucional do Fórum dos Secretários de Meio Ambiente. Esse fórum tem coesão e união na defesa de nossas pautas comuns, pontos fortes que certamente se manterão com a nova gestão. Desejo sucesso ao novo presidente e vice-presidente, convicta de que seguiremos unidos na missão "

    Mauren Lazzaretti, secretária

     

    À frente do Fórum, Taveira afirma que irá continuar o trabalho que vinha sendo desenvolvido, avançando, sobretudo, na agenda de Pagamentos por Serviços Ambientais (PSA), com a implementação de mecanismos de recompensa financeira por meio da Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação Florestal (REDD+), e, ainda, no desenvolvimento sustentável, buscando novas oportunidades de negócios por meio da valorização dos ativos ambientais da floresta.

    "

    Agora seguimos um planejamento estratégico unificado, para implementarmos soluções em conjunto, de maneira que a gente tenha um resultado bom para meio ambiente e para as pessoas, para que elas vejam que investir em conservação ambiental é um passo importante para que a gente possa ter uma nova economia, mais limpa e mais adequada ao mundo "

    Taveira, secretário de Estado do Meio Ambiente

     

    Plano de ação

    Durante o encontro, realizado de quarta (23/06) a quinta-feira (24/06), os secretários discutiram a preparação do Plano de Ação de Manaus (Manaus Action Plan), documento a ser elaborado pelos países membros do GCF para nortear as ações da força-tarefa pela Amazônia.

    Os Estados também alinharam suas participações no Fórum Mundial de Bioeconomia, marcado para ocorrer em outubro, no estado do Pará.

    *Em Tempo com informações da assessoria

    Leia mais:

    Reforma vai tributar rendimentos de capital, diz Paulo Guedes

    Projeto corrige data-base devida a servidores do Tribunal de Contas

    Com caso Lázaro, senadores pedem fim de saídas temporárias de presos