Fonte: OpenWeather

    EDUCAÇÃO


    Manaus inicia campanha ‘Setembro Amarelo’ em escolas

    Os assuntos abordados no evento fazem parte do Programa Municipal de Saúde do Escolar e ao Programa de Prevenção a Todas as Violências e Promoção da Paz e Solidariedade nas Escolas (Pair)

     

    A campanha “Setembro Amarelo" trata sobre a prevenção ao suicídio e Valorização da vida
    A campanha “Setembro Amarelo" trata sobre a prevenção ao suicídio e Valorização da vida | Foto: Eliton Santos/Semed

    Manaus (AM) - A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), iniciou nesta quarta-feira (1), a campanha “Setembro Amarelo”, que trata sobre a prevenção ao suicídio, com uma roda de conversa virtual, pelo canal da “Semed Educação Manaus”, no YouTube.

    O tema foi “Valorização da vida, uma lição de amor”, a ação contou com a participação de trabalhadores da educação, professores, pedagogos, diretores, além de alunos e pais ou responsáveis.

    A campanha é coordenada pela Gerência de Atividades Complementares e Programas Especiais (GACPE), em parceria com as escolas da rede municipal e das Divisões Distritais Zonais (DDZs).

    A iniciativa será realizada durante todo o mês de setembro nas unidades de ensino, e o objetivo é potencializar um espaço promotor de ações de valorização da vida e intensificar o diálogo sobre saúde mental com toda comunidade escolar.

    Os assuntos abordados no evento fazem parte do Programa Municipal de Saúde do Escolar e ao Programa de Prevenção a Todas as Violências e Promoção da Paz e Solidariedade nas Escolas (Pair).

    O gerente da GACPE, Mário Lima, destacou a importância da campanha nas escolas da rede municipal de ensino.

    Essa campanha é de extrema importância na educação e conta com o apoio do prefeito David Almeida e do secretário Pauderney Avelino. Nossa intenção é sensibilizar, mobilizar gestores, professores, alunos, pais ou responsáveis e sociedade em geral. O intuito é conseguir combater esse fenômeno que atinge milhares de crianças e adolescentes, que é a depressão e pode levar ao suicídio”, enfatizou Mário.

    A palestra foi ministrada pelas convidadas Alessandra Pereira, médica psiquiatra, e Amanda Duarte, psicóloga e assessora da GACPE.

    Alessandra explicou sobre a adaptação  ao novo jeito de educar, de se envolver com as pessoas, às tecnologias e sempre observar os quatro “Ds” da depressão, que o tema não deve ser lembrado somente no mês de setembro.

    Este é o mês que valorizamos muito a vida, mas que isso deve ser lembrado todos os dias, é necessário que cada um faça uma reflexão sobre os quatro “Ds” da depressão, que estão ligados a desvalia, desespero, desamparo e desesperança. As pessoas precisam se sentir valorizadas, amparadas, quem pensa em suicídio não demonstra, a família e a escola precisam perceber os sinais e ter uma conversa para ajudar e acolher o próximo”, explicou Alessandra.

    De acordo com a psicóloga, as escolas devem trabalhar diariamente a autoestima dos alunos.

    A Semed tem o compromisso de garantir a proteção aos direitos da criança e adolescente, por meio de ações educativas e informativas desenvolvidas no ambiente escolar. Durante todo esse mês as unidades de ensino desenvolverão atividades que abordarão esse tema, onde os educadores devem ter uma conversa sem julgamento e com acolhimento, onde seja criado um vínculo com o aluno e ele possa ter confiança no educador”, completou Amanda.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Epidemia oculta: saúde mental na era do novo coronavírus

    Alerta: três pessoas cometeram suicídio no Ano Novo, em Manaus

    Universitários fazem ato no Dia da Prevenção e Valorização da Vida

    Comentários