Fonte: OpenWeather

    Fisioterapia


    Estudantes de fisioterapia ajudam no atendimento da Policlínica Codajá

    A Policlínica Codajás, da Secretaria de Saúde do Estado (SES-AM), recebe, desde agosto, estudantes da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) para estágio supervisionado no setor de fisioterapia da unidade de saúde.

     

    Estágio supervisionado no setor de fisioterapia.
    Estágio supervisionado no setor de fisioterapia. | Foto: Islânia Lima/Policlínica Codajás

    Manaus (AM) - A Policlínica Codajás, da Secretaria de Saúde do Estado (SES-AM), recebe, desde agosto, estudantes da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) para estágio supervisionado no setor de fisioterapia da unidade de saúde. As aulas práticas têm o objetivo de capacitar oito graduandos na área prática profissional em fisioterapia neurológica adulta.

    As atividades terão  a supervisão dos profissionais da Policlínica Codajás: o fisioterapeuta Victor Aquino, na coordenação do setor e como preceptor dos alunos, e o professor e doutor da Ufam em Fisioterapia Neurofuncional, Pedro Baptista.

    Pedro Baptista explica que é a primeira vez dos alunos em campo de estágio desde o início da pandemia, e que esta experiência contribui para a vivência deles, com pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Por serem estudantes, colocá-los no ambiente ideal é importante e perfeito com o suprassumo do campo. Esses ensinamentos, de forma prática, não conseguimos dar em sala de aula, e a experiência ensina eles a lidar com eventos adversos”, disse.

    Além dos ensinamentos e acompanhamento, o contato dos estudantes com os profissionais da unidade contribui para que eles tenham postura e aprendam a atender pacientes neurológicos.

    Para a fisioterapeuta do Policlínica Codajás, Ellen Passos, passar os conhecimentos na prática a estes alunos é gratificante, já que o setor possui uma variedade de pacientes neurológicos. Ganhamos a experiência de estar formando outros profissionais. Não é somente eles que ganham conosco. A lição de vida, que eles nos passam, ajuda a entender a visão do outro, seja pessoal ou profissional”, enfatiza.

    Atendimento

    O atendimento no setor de fisioterapia do CER III é feito conforme pedido médico, via sistema de regulação (Sisreg). Pacientes que precisem de fisioterapia devem primeiro passar pelo atendimento clínico na Unidade Básica de Saúde (UBS), para o diagnóstico inicial.

    A partir desta consulta, o médico clínico avalia a necessidade de fisioterapia e prescreve o encaminhamento, para agendamento via Sisreg em uma unidade de saúde.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    'Distúrbios no joelho' é tema de curso de fisioterapia em Manaus

    Ufam oferece atendimento gratuito para reabilitação neurofuncional

    Policlínica Codajás, em Manaus, passa a contar com transporte adaptado