Fonte: OpenWeather

    Amamentação


    Na Semana Mundial de Amamentação, manauaras compartilham histórias

    A amamentação estreita o vínculo entre a mãe e o recém-nascido e reduz em 13% a mortalidade em crianças de até cinco anos

    Amamentar é uma troca de afeto entre mãe e filho além de alimento para o bebê | Foto: Marcio Melo

    Manaus – Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM), realizada entre os dias 1° a 7 de agosto, traz ações voltadas ao incentivo ao aleitamento materno. A amamentação, além de ser um ato de amor entre mãe e filho, é essencial para garantir a saúde das crianças. 

    Capa do Vídeo
    Campanha de Doação de leite materno | Autor: TV Em Tempo

    De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o leite materno garante todos os nutrientes necessários aos recém-nascidos. Rico em água, proteínas, lípidos, glícidos, vitaminas e minerais, o leite produzido pela mãe é perfeitamente adaptado ao recém-nascido, fornecendo-lhe todos os nutrientes de que ele precisa nos primeiros meses de vida para um desenvolvimento saudável e fortalecimento da imunidade a muitas doenças.

    Jessica Pontes, de 27 anos, mãe da pequena Ana Sofia de apenas dois meses, disse à reportagem que não consegue descrever a alegria que sente ao amamentar a filha. “É uma experiência surreal e indescritível imaginar que estou fornecendo a alimentação que dá vida a outro ser. O olhar dela na minha direção é sempre muito apaixonado”, conta.

    Leia também: Guia com os 10 passos da amamentação é lançado pela OMS e Unicef

    Jessica e a filha, Sofia, de apenas dois meses
    Jessica e a filha, Sofia, de apenas dois meses | Foto: Arquivo Pessoal


    O começo da amamentação foi difícil para Jéssica,  porém ela nunca pensou em desistir. "O primeiro mês foi o pior, mas como eu já havia pesquisado, sabia da importância do leite materno para a saúde da minha filha. Mesmo com dor eu fui forte e hoje é um momento prazeroso", relata a mãe da pequena Sofia.

    Para o representante da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) no Brasil, Joaquím Molina, a amamentação, além de ser um ato generoso, funciona como uma “vacina” para o bebê.  “O leite da mãe vem carregado de anticorpos e eles ajudam o filho a enfrentar vírus e bactérias, enquanto o sistema imunológico do bebê está pouco desenvolvido”, apontou Molina.

    O mês de agosto é dedicado exclusivamente à reflexão sobre a importância do aleitamento materno
    O mês de agosto é dedicado exclusivamente à reflexão sobre a importância do aleitamento materno | Foto: Marcely Gomes


    A amamentação é fundamental pelo menos até os seis meses de idade do bebê, depois pode ser continuado, mas com a adição de alimentos complementares até os dois anos da criança. 

    Apesar dos vários alertas sobre a importância do aleitamento materno, Joaquín Molina pontuou que, nas Américas, pouco mais da metade dos bebês são amamentados nas primeiras horas de vida. Outro dado, segundo Molina, informa que apenas 39% das crianças seguem mamando até os 2 anos.

    Amamentação necessária

    A administradora Débora Paulino, de 29 anos, amamenta a filha, Marina, de 2 anos, desde o nascimento. O momento entre mãe e filha é essencial para fortalecer o vínculo criado desde a barriga. Porém, nem sempre foi fácil, Débora revela ter sofrido um pouco nos primeiros meses de amamentação. 

    Débora Paulino e a filha, Marina, de dois anos
    Débora Paulino e a filha, Marina, de dois anos | Foto: Reprodução/Facebook

    “Fiz toda uma preparação para o momento do parto e acabei esquecendo da amamentação. No começo foi um processo doloroso e não sabia direito o que fazer. Antes é tudo muito romantizado e a gente acaba pensando que vai acontecer tudo muito naturalmente, o que não é verdade".

    Mesmo com as dificuldades, a administradora conta que não deixou de amamentar, por saber dos benefícios do ato. “O amor me leva a continuar amamentando. Apesar da minha filha já ter idade para desmamar, sei que meu leite ainda é fonte de nutrientes, principalmente quando ela está adoentada”, acrescenta.

    Especialista

    Em Manaus, a pediatra Renata Castro de Sá salienta que a primeira orientação passada por ela à todas as mães de recém-nascidos é sobre a importância do aleitamento.

    A pediatra Renata recomenda amamentação até dois anos, pois o ato fortalece o sistema imunológico e ajuda na saúde da mãe
    A pediatra Renata recomenda amamentação até dois anos, pois o ato fortalece o sistema imunológico e ajuda na saúde da mãe | Foto: Arquivo Pessoal

    “Sempre faço o alerta de que o leite materno é o alimento mais completo para dar ao bebê. Ao amamentar, a mãe também se protege contra o câncer de mama e de útero, além de fortalecer o vínculo com o recém-nascido", salienta.

    A pediatra  também destaca a importância do leite na questão do desenvolvimento da imunidade.  “Até os seis meses o sistema imunológico da criança ainda está em desenvolvimento e, por isso, precisam das imunoglobulinas que vêm do leite. Ainda não há nenhuma fórmula artificial que consiga oferecer esses nutrientes para o bebê”.

    O leite contem todos os nutrientes essenciais para o bebê
    O leite contem todos os nutrientes essenciais para o bebê | Foto: Marcely Gomes

    Renata aproveita para derrubar um antigo mito: “Não existe leite fraco. O leite é adequado para a criança, é um alimento gerado especialmente para o bebê. Por isso, é importante a alimentação apenas com leite materno nos primeiros meses", completa.

    Agosto Dourado

    O mês de agosto foi escolhido para alertar sobre a importância do aleitamento materno. As principais ações ocorrem na Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM), realizada entre os dias 1° a 7 do mês. A SMAM é promovida em mais de 120 países desde 1992, pela WABA (Aliança Mundial Para a Ação em Aleitamento Materno). Neste ano a campanha trabalha o tema "Amamentação é a base da vida".

    A Semana Mundial de Aleitamento Materno traz a luz a importância da amamentação
    A Semana Mundial de Aleitamento Materno traz a luz a importância da amamentação | Foto: Alex Pazuello/Semcom

    Campanha no Amazonas

    Em Manaus, órgãos municipais e estaduais incentivam a amamentação.  Para o secretário municipal de saúde, Marcelo Magaldi, o aleitamento materno, além de contribuir para saúde do bebê, leva benefícios para a fase adulta. “A criança que é amamentada na primeira infância, tende a ser um adulto com um melhor desenvolvimento. Os benefícios gerados pela amamentação à sociedade são imensuráveis. Estimular esse cuidado na primeira infância é uma política social importantíssima e de grande alcance”, observou.

    A amamentação é essencial nos primeiros seis meses de vida da criança e depois é recomendada até os dois anos, com auxílio de outros alimentos
    A amamentação é essencial nos primeiros seis meses de vida da criança e depois é recomendada até os dois anos, com auxílio de outros alimentos | Foto: Marcely Gomes

    A coordenadora Estadual de Saúde da Criança da SUSAM, Katherine Benevides destacou, durante um evento de lançamento da campanha do Agosto Dourado, a importância da campanha para a saúde da mãe e do bebê. 

    “O leite materno contém todos os nutrientes necessários para a criança crescer saudável, longe de inúmeras doenças como anemia, diarreia, alergias. Sem falar nos benefícios para a saúde da própria mãe”, destaca.

    A programação da Semana Mundial do Aleitamento Materno em Manaus inclui ações internas para profissionais das maternidades e eventos externos, como a realização de um “mamaço”, no anfiteatro da Ponta Negra, marcado para às 8h de domingo (5).

    Leia mais: 

    'Agosto Dourado' terá abertura com destaque para amamentação e papel do pai no pré-natal

    Mães da Zona Norte têm atividade sobre importância da amamentação, alusiva ao ‘Agosto Dourado

    Estado inicia campanha de aleitamento materno

    • Não existe leite fraco, todo leite é gerado para suprir as necessidades de cada criança | Foto: Marcely Gomes
    • A Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM) traz à luz a importância da amamentação | Foto: Marcely Gomes
    • Muito mais do que um ato de amor, amamentar é essencial para a saúde da criança e da mãe | Foto: Marcely Gomes
    • O ato de amamentar reduz a mortalidade de crianças por causas naturais em até 13% | Foto: Marcely Gomes
    • Aleitamento materno ganha incentivo com semana dedicada à ação | Foto: Marcely Gomes
    • Aleitamento materno ganha incentivo com semana dedicada à ação | Foto: Divulgação
    • Aleitamento materno ganha incentivo com semana dedicada à ação | Foto: Marcely Gomes
    • Aleitamento materno ganha incentivo com semana dedicada à ação | Foto: Marcely Gomes
    • Aleitamento materno ganha incentivo com semana dedicada à ação | Foto: Marcely Gomes
    • Aleitamento materno ganha incentivo com semana dedicada à ação | Foto: Marcely Gomes
    • Aleitamento materno ganha incentivo com semana dedicada à ação | Foto: Marcely Gomes
    • Aleitamento materno ganha incentivo com semana dedicada à ação | Foto: Marcely Gomes