Fatalidade


Agricultor morre após ser atingido por raio no ramal do Brasileirinho

Segundo o IML, a vítima morre em virtude de parada cardíaca ocasionada pela forte descarga elétrica

| Foto: Divulgação

Manaus - Um agricultor de 50 anos de idade morreu, na tarde de terça-feira (30), por volta das 15h, após ser atingido por um raio no quilômetro 7 do ramal  do Brasileirinho, no bairro Puraquequara, Zona Leste de Manaus.

De acordo com o Boletim de Ocorrência (BO), registrado no 30º Distrito Integrado de Polícia (DIP), a Polícia Militar foi acionada pelos vizinhos do agricultor.

Conforme consta no BO, no momento da descarga elétrica a vítima estava trabalhando em um sítio, localizado no ramal da Pedrina, situado naquela localidade.

O Serviço Ambulatorial Móvel de Urgência (Samu) também foi acionado para atender a ocorrência. Conforme o Instituto Médico Legal (IML), a necropsia no corpo da vítima apontou que o agricultor teve uma parada cardíaca. 

Perigo no céu 

O  Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), por meio do Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat), emitiu um relatório que aponta o estado do Amazonas com maior número de fatalidade ocasionada por raio, com 11 milhões de raios anualmente. 

Ainda segundo o Elat, os municípios de Manaquiri, Beruri, Careiro, Anori, Manaus, Manacapuru, Maués, Rio Preto da Eva, Anamã e Coari, são os que apresentam maior densidade de raios, entre os interiores do Estado. 

Leia mais:

Homem joga gasolina e tenta colocar fogo em mulher na Ponta Negra

Amazonas é o estado com maior incidência de raios e Inpe faz alerta

Homem morre após ser 'atropelado' por avião em pista de Pauini, no AM