Fonte: OpenWeather

    Ação social


    Voluntários resgatam animais de incêndio e prestam atendimento

    ONGs, veterinários e a sociedade em geral se prontificou ajudar à comunidade e os animais resgatados dos escombros

    As equipes se dividiram para resgatar os animais, receber as doações e medicar os bichinhos | Foto: Daniel Landazuri

    Manaus - Aproximadamente 40 animais domésticos foram resgatados dos escombros nesta terça-feira (18) após serem vítimas do incêndio que atingiu centenas de casas no bairro Educandos, Zona Sul de Manaus. Todos os animais recebem atendimento especial realizado por representantes de ONGs, veterinários e voluntários, que se reuniram e montaram uma clínica improvisada em uma tenda, na avenida Leopoldo Peres.

    As equipes se dividiram para resgatar os animais, receber as doações e medicar os bichinhos. A voluntária Carla Monarde informou que os animais precisarão de abrigos provisórios após o atendimento.

    "Não foi nada programado e precisamos de ajuda para encontrar um lar temporário e doações para os animais”, disse. 

    Veterinários se prontificaram a ajudar os animais gratuitamente
    Veterinários se prontificaram a ajudar os animais gratuitamente | Foto: Daniel Landazuri


    A deputada eleita Jaona D’arc, representante da ONG Pata, que luta pela causa animal, disse ao Em Tempo que as equipes estão recebendo, até às 22h desta terça, doações de ração e medicamentos, além de caixas de transporte para os pets.

    “Ontem viemos aqui, mas não conseguimos atuar. Hoje encontramos um cenário triste, com animais mortos carbonizados, que não tiveram chance de se salvar. Isso aconteceu principalmente com os gatos. Então montamos esse ponto para ajudar os animais que sobreviveram”, disse a parlamentar. 

    A deputada ainda disponibilizou um número de WhatsApp para quem tiver interessado em ajudar (92) 98145-1111.

    Leia mais

    Saiba os locais de doação para as vítimas do incêndio no Educandos

    Temer oferece ajuda federal para vítimas de incêndio em Manaus

    Prefeitura abre escolas para abrigar as vítimas de incêndio