Fonte: OpenWeather

    Transporte público


    Com ônibus parados, passageiros lotam pontos em Manaus nesta quinta

    SMTU fará fiscalização nas garagens de ônibus para não deixar que os rodoviários paralisem novamente nesta sexta


    Manaus - Ao menos seis terminais de bairros paralisaram a circulação do transporte coletivo na noite desta quinta-feira (20). A paralisação acontece pela insatisfação de parte dos rodoviários com a falta do pagamento do 13° salário. Entre os terminais que paralisaram as frotas estão os localizados na Vila Marinho, Viver Melhor, Mauazinho, Via Norte, União da Vitória, Lago Azul e Cidadão 12.

    De acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), nesses lugares operam as empresas Via Verde, São Pedro, Açaí e Integração. A paralisação acontece desde às 16h desta quinta e segue até o fim do expediente. 

    Poucos foram vistos circulando no Terminal 1 nesta noite
    Poucos foram vistos circulando no Terminal 1 nesta noite | Foto: Raphael Tavares


    A universitária Roberta Costa, de 24 anos, relatou que está a mais de uma hora esperando pelo ônibus para poder voltar para casa.

    "Não sei o que está acontecendo. Meu ônibus, nesse horário, não demora tanto e agora estou desesperada. Preciso voltar para casa e como vou fazer isso se os ônibus estão parados?", disse Roberta revoltada com a situação.

    Garagens serão fiscalizadas nesta sexta

    Os ônibus começaram a parar por volta das 16h
    Os ônibus começaram a parar por volta das 16h | Foto: Raphael Tavares


    Conforme a assessoria da Superintendência Municipal de Transportes Urbano (SMTU), fiscais do órgão estarão desde às 4h30 da madrugada desta sexta-feira (21), nas portas das garagens para evitar qualquer indício de greve na capital amazonense.

    A equipe do portal Em Tempo visitou ainda na noite desta quinta, o terminal de ônibus da Vila Marinho, no bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus, e constatou que nenhum veículo do transporte coletivos estava parado no local.

    Um morador, que preferiu não se identificar, relatou que os ônibus tinham sido recolhidos para a garagem por volta das 17h.

    "É uma falta de respeito com o trabalhador. Só consegui chegar em casa porque meu patrão me liberou mais cedo por conta dessa suspeita de greve", explicou o morador.

    O terminal da Vila Marinho não recebe ônibus desde às 17h
    O terminal da Vila Marinho não recebe ônibus desde às 17h | Foto: Raphael Tavares


    A reportagem ainda percorreu algumas vias, como as avenidas Constantino Nery e Djalma Batista, e constatou paradas com aglomeração de pessoas. Alguns passageiros estavam esperando o transporte coletivo a mais de uma hora e meia. 

    "Já imaginou você estar cansado devido ao dia de trabalho longo, ainda ter ficado para uma reunião com o chefe, e ainda esperar o ônibus por quase duas horas e ele não passar? Pois é, essa é a minha situação nessa parada. Não passa o ônibus que eu pego. Já estou pensando em pedir um carro de aplicativo", falou a vendedora Ruth Aguiar, de 38 anos.

    Leia mais

    Sem 13º salário, motoristas param ônibus em Manaus

    'Terei que ser duro', diz Arthur sobre paralisação de rodoviários

    Funcionários cruzam os braços e alguns ônibus não circulam em Manaus