Fonte: OpenWeather

    INFRAESTRUTURA


    Com ruas em péssimo estado, ambulância atola em cidade do AM

    Ruas de Pauini apresentam pouco asfalto, muitos buracos e muita lama. Prefeitura diz que obras de recapeamento iniciarão a partir de maio

    De acordo com o comerciante José dos Santos, todas as ruas estão intrafegáveis, com buracos e lama | Foto: Divulgação

    Pauini (AM) - Com o efeito do inverno amazônico, uma ambulância do Governo do Estado atolou no município de Pauini, a 1054 quilômetros de Manaus, na região sul do Amazonas. O caso aconteceu na manhã desta segunda-feira (11), com a chuva que iniciou às 7h da manhã e só cessou por volta das 13h.

    De acordo com o comerciante José dos Santos, de 35 anos*, as vias do município estão em estado de precariedade, o que ocasionou o acidente com a ambulância.

    "Todas as ruas estão intrafegáveis, com bastante lama e muitos atoleiros. A gente vê, inclusive, a maioria dos donos de carros de mercadoria usando um pneu 'biscoitão' para poder andar nas ruas, porque é só barro e não dá pra trafegar", afirma.

    O comerciante conta que praticamente todas as ruas do município estão com pouco asfalto e cheias de buraco, e as que não tem asfalto estão cheias de barro.

    "Pra você ter noção, tem ruas que estão com poças enormes de lama, onde só passa um carro por vez. Tem motorista que tem que sair do carro pra poder ajudar a empurrar carro e tirar da poça", diz.

    Porto e pista de pouso

    José ainda relata que a mesma situação de pouco asfalto nas ruas também pode ser verificada na pista de pouso de Pauini, que é justamente a avenida central do município. A mesma situação, segundo ele, ainda pode ser vista na via que liga o porto de Pauini ao bairro Cidade Alta, sede propriamente dita do município. 

    "Tem vezes que os passageiros de aviões que vão levantar voo precisam empurrar o avião até ele pegar impulso e levantar voo", afirma.

    "O resto da camada de asfalto que ainda tinha foi retirado, e no lugar foi colocado barro no ano passado. Isso dificulta decolagem e pouso, e quando está chovendo e chega algum avião, as pessoas ficam em pânico devido ao atoleiro", completa o comerciante.

    Posição

    Por telefone, a reportagem conversou com o secretário de Obras, Transporte e Serviços Urbanos de Pauini, Antônio Venâncio. Segundo ele, a Prefeitura do município deve iniciar as obras de recapeamento das vias a partir do mês de maio.

    "Nós não temos como executar qualquer serviço nesse período de chuva. O que a gente está fazendo é colocar barro com areia e um pouco de cimento em alguns pontos mais críticos, mas a partir de maio já começamos a trabalhar nas obras de reforma das vias", salientou.

    *O nome e a idade foram alterados para preservar a identidade da fonte.

    Leia mais

    MPF quer bloqueio dos pedidos de exploração mineral em terra indígena

    Após colisão no sistema hidroviário, porto de Parintins é interditado

    Criança de seis anos morre e homem fica ferido em capotamento no AM