Fonte: OpenWeather

    Educação Pública


    Pais e alunos reivindicam permanência de diretora em escola do AM

    Um responsável afirmou que na ocasião foram colhidas mais de 800 assinaturas da população do bairro, em apoio à diretora que serão entregues à Secretaria Municipal de Educação (Semed)

    Conforme Anderson Pedrosa, de 41 anos, pai de um aluno, a diretora identificada como Tatiana Leal desempenhou boas atividades durante a gestão dela | Foto: Reprodução

    Manus - Pais, responsáveis e alunos da Escola Municipal Silvia Helena, localizada no bairro Lago Azul, Zona Norte de Manaus, realizaram uma manifestação das 8h às 11h, desta segunda-feira (19) para reivindicar a permanência da atual gestora na instituição.

    Conforme Anderson Pedrosa, de 41 anos, pai de um aluno, a diretora identificada como Tatiana Leal desempenhou boas atividades durante a gestão dela e desconhece as razões da transferência da gestora. Ele afirmou, ainda, que na ocasião foram colhidas mais de 800 assinaturas da população do bairro, em apoio à diretora que serão entregues à Secretaria Municipal de Educação (Semed).

    “Antigamente a escola era bem ruim. A merenda era ruim e não tinha infraestrutura. E hoje, a realidade é outra. No decorrer da reunião de hoje, a diretora ‘abriu o jogo’ e falou que sofre perseguição”, frisou o homem

    Conforme uma vendedora autônoma de 29 anos, responsável por um discente, a diretora foi vítima de denúncias que não procedem e desconhece os motivos da saída da gestora. “A comunidade abraçou essa diretora, porque ela acolheu a comunidade. Ela já está há quase dois anos nessa escola e muita coisa mudou. Não queremos que ela saia”, frisou a mulher.

    A reportagem entrou em contato com a Semed e aguarda o posicionamento do órgão, em relação às decisões tomadas na instituição citada.