Fonte: OpenWeather

    Trabalho em conjunto


    Mais de 3 horas de operação para retirar vítimas do acidente em Manaus

    Bombeiros, policiais, socorristas e agentes de trânsito atuaram em força tarefa para salvar as vítimas do acidente e retirar contêiner com segurança do local

    O carro ficou preso entre o contêiner e a parede da galeria
    O carro ficou preso entre o contêiner e a parede da galeria | Foto: Jhonata Lobato / Em Tempo

    Manaus – Uma grande operação foi realizada na noite desta segunda-feira (2), para retirar quatro vítimas das ferragens do acidente envolvendo uma carreta porta contêiner e um carro. A colisão aconteceu por volta das 19h, entre a avenida General Rodrigo Otávio, com a rua Nova, no bairro Lagoa Verde, zona Sul de Manaus.

    A operação

    Os primeiros a chegarem ao local foram os policiais da 7ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que auxiliaram com escolta no perímetro do acidente. Ao perceber que as vítimas estavam presas as ferragens, eles acionaram o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Amazonas (CBMAM) para que realizassem a remoção dos civis.

    Quatro ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foram necessárias para socorrer as vítimas e encaminha-las à Hospitais próximos para atendimento médico.

    Após a retirada das vítimas do local, os agentes do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), fez a perícia da ocorrência e constatou que a estrutura do edifício poderia desabar, caso o caminhão fosse retirado.

    Vigas de ferro foram colocadas para garantir que o teto da residência não cedesse após a retirada do contêiner
    Vigas de ferro foram colocadas para garantir que o teto da residência não cedesse após a retirada do contêiner | Foto: Jhonata Lobato / Em Tempo

    “Tivemos que colocar vigas de metal no andar abaixo para sustentar o peso do andar acima, pois, o veículo entrou bastante na residência, e é possível que ela não suporte devido estrutura danificada”, disse um agente do corpo de bombeiros.

    A galeria tem um circuito de câmeras de segurança, inclusive uma delas é posicionada na esquina e gravou o ocorrido, o que poderá esclarecer o que realmente aconteceu e ajudar nas investigações.

    Funcionários do Departamento de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), por meio do Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Neot), fez a retirada do contêiner e do carro do local.

    Agentes do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), estiveram no local para auxiliar os condutores para evitar o congestionamento na área.

    Todas a vítimas ficaram presas entre as ferragens
    Todas a vítimas ficaram presas entre as ferragens | Foto: Jhonata Lobato / Em Tempo

    As vítimas

    No carro estava a bordo uma criança de 2 anos e onze meses. Ele foi o primeiro a ser socorrido e levado pelos agentes do Serviço de Atendimento móvel de Urgência (Samu), ao Hospital e Pronto-Socorro Infantil da zona leste (Joãozinho).

    O motorista do caminhão, ainda não identificado, foi o segundo a ser socorrido e levado a uma unidade de saúde próxima.

    Na análise dos bombeiros, a situação mais crítica para o resgate, eram dos dois adultos no carro. O condutor do veículo,  identificado como Brendon Adriano, de 19 anos, foi o terceiro a ser resgatado. 

    O último a ser retirado das ferragens foi o pai da criança, Fábio Borges, de 35 anos, morreu após ser socorrido e sofrer uma parada cardíaca dentro da ambulância.