Fonte: OpenWeather

    Imigrantes em Manaus


    Vídeo: imigrantes refugiados em Manaus buscam moradias

    Segundo a Agência de Refugiados da ONU, só nos primeiros três meses deste ano, mais de três mil venezuelanos chegaram a Manaus, muitos deles acabaram morando em locais improvisados, em lugares públicos.

    Assista a reportagem | Autor: Samara Maciel/TV Em Tempo

    Sem local para ficar durante o dia, imigrantes improvam barracos em locais públicos
    Sem local para ficar durante o dia, imigrantes improvam barracos em locais públicos | Foto: Reprodução TV Em Tempo

    Manaus- Refugiados venezuelanos ocupam novos espaços públicos próximos a rodoviária de Manaus desde agosto deste ano e há reclamações dos riscos para as famílias de imigrantes. 

    No inicio de agosto deste ano, mais de 500 venezuelanos que ocupavam o entorno da rodoviária em barracos improvisados, foram retirados para que um albergue fosse construído. A "operação acolhida" é uma ação do Exército, que oferece serviços básicos com banheiros, local para dormir, guardar os pertences e salões de refeições. Eles não ficam durante o dia no acampamento. O local só fica liberado a partir das 7h. Todos precisam sair e as famílias encontram dificuldades nas ruas durante o dia.

    Sem opção

    Segundo a Agência de Refugiados da ONU, só nos primeiros três meses deste ano, mais de três mil venezuelanos chegaram a Manaus, muitos deles acabaram morando em locais improvisados, em lugares públicos.

    Sem opção, os imigrantes resolveram se mudar para outros locais públicos. As famílias montam barracas como moradia.

    Algumas das casas improvidas ficam ao lado de igarapés e mesmo expostos ao perigo de doenças, preferem permanecer no local do que andar pela ruas da cidade. As crianças são as que mais ficam expostas a doenças e aos perigos nas vias públicas. 

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Assista a reportagem | Autor: Samara Maciel/TV Em Tempo
     

    Texto Web: Bruna Oliveira