Fonte: OpenWeather

    Chuvas


    Moradores interditam Autaz Mirim em protesto contra alagamentos

    Moradores montaram “barricadas” com pneus com o intuito de pedir a passagem dos veículos em duas, das três faixas da avenida

    A manifestação começou às 5h30 | Foto: Divulgação

    Moradores da Comunidade Sharp realizaram manifestação na manhã desta segunda-feira (7) na avenida Autaz Mirim, no Distrito Industrial, Zona Leste de Manaus. O motivo da concentração se dá por conta da ausência de respostas dos órgãos públicos em relação ao prejuízo dos moradores com as chuvas da capital amazonense.

    Por volta da 5h30, os moradores montaram “barricadas” com pneus com o intuito de pedir a passagem dos veículos em duas, das três faixas da avenida. Segundo os moradores, o objetivo da manifestação é chamar atenção dos órgãos competentes para a situação em que as famílias se encontram devido aos acontecimentos causados pelas fortes chuvas na cidade de Manaus.

    Segundo os policiais militares da 25ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que foram acionados ao local para atender a ocorrência, a concentração se encerrou às 7h da manhã. E conforme os policiais, os manifestantes reivindicam o direito de receber o benefício do aluguel social para deixar a área atingida e afirmam que vão realizar outras manifestações caso não sejam atendidos.

    Em nota, a Prefeitura de Manaus informa que, conforme verificado na Central de Emergência 199 da Defesa Civil todas as ocorrências registradas no referido endereço já foram devidamente atendidas pelas equipes da Defesa Civil e encaminhadas aos órgãos parceiros: Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) e Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (PROSAMIM).

    Orientação da Defesa Civil

    A Defesa Civil ressalta que em qualquer situação de risco em residências e em áreas de risco o morador procure um local seguro e acione a Central de Emergência 199 do órgão para que o seja realizado o atendimento de vistoria no local. Após o atendimento a equipe do órgão realizará a devida orientação das providências cabíveis para a situação.