Fonte: OpenWeather

    Premiação


    Susam é reconhecida entre os cinco melhores projetos do InovaSUS

    194 iniciativas de secretarias municipais e estaduais do Brasil foram inscritas

    O prêmio no valor de R$ 250 mil será destinado ao Programa Melhor em Casa | Foto: Divulgação/Susam

    Manaus- Com a iniciativa "Percurso teórico metodológico de implantação do Núcleo de Educação Permanente em Saúde na Atenção Domiciliar - NepSAD/SUSAM, Melhor Em Casa", a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) garantiu, na última sexta-feira (4), a premiação entre as cinco melhores do Prêmio InovaSUS 2019, do Ministério da Saúde (MS). Ao todo, 194 iniciativas de secretarias municipais e estaduais do Brasil foram inscritas e o projeto da Susam ficou em segundo lugar, com nota 9,60. 

    O prêmio no valor de R$ 250 mil será destinado ao Programa Melhor em Casa, que oferece atendimento domiciliar em substituição à internação hospitalar.

    "Que sirva de motivação para aperfeiçoar ainda mais esse serviço e que as pessoas possam se sentir melhor acolhidas nesse tratamento que a gente já faz com muita humanização, por meio do Programa Melhor em Casa", ressaltou o secretário estadual de Saúde, Rodrigo Tobias.

    De acordo com a gerente de Assistência Domiciliar e Programas Comunitários da Susam, Leida Bressane, dentro da atenção domiciliar percebeu-se a necessidade da qualificação dos profissionais e a melhoria dos processos de trabalho levando em consideração as particularidades locais e o que tem a dizer o coletivo de trabalhadores. Então, foi implementada a política de educação permanente em saúde, sendo a iniciativa elaborada pela equipe técnica de atenção domiciliar - Melhor em Casa.

    Para a gerente, neste ano, a nova gestão da Susam demonstrou interesse na temática ao instituir a portaria para institucionalizar a educação permanente nas unidades de saúde da rede estadual.

    “Nós fomos reconhecidos nacionalmente, que essa metodologia é muito boa para implantar o núcleo de educação permanente nas unidades de saúde”, disse Leida.

    Desde 2011, o Departamento de Gestão do Trabalho em Saúde, do MS, investe em inovação na saúde por meio de ações como o Prêmio InovaSUS.

    A premiação para os cinco primeiros colocados, dentro de cada temática, é de R$ 250 mil. No caso do Amazonas, o prêmio será destinado para o Programa Melhor em Casa, que elaborou a iniciativa  vencedora. 

    O prêmio InovaSUS incentiva e reconhece as ações e experiências inovadoras na Gestão do Trabalho em Saúde, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), que proponham ações que levem à melhoria de indicadores assistenciais e/ou redução de custos.

    No período de (7) a (11) de outubro ocorre a interposição de recursos em relação aos premiados e no dia 25 deste mês são homologados os finalistas.

    *Com informações da assessoria