Fonte: OpenWeather

    Vítimas


    Vídeo: duas vítimas seguem em estado grave após explosão em balsa

    A causa do acidente ainda é desconhecida, mas segundo testemunhas, a explosão aconteceu enquanto a embarcação estava sendo abastecida

    O acidente causou oito feridos, quatro foram encaminhados para o HPS 28 de Agosto, e duas seguem em estado grave. | Foto: Josemar Antunes

    Manaus - Rodrigo da Silva Soares, de 33 anos, e Josué Saldanha, de 30 anos, seguem internados em estado grave no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul de Manaus, após explosão em uma balsa no Porto do São Raimundo, Zona Oeste. O acidente aconteceu na quarta-feira (9), por volta das 16h, enquanto a embarcação era abastecida.

     Rodrigo sofreu queimaduras nos braços e pernas, no tórax, abdômen, dorso e rosto. Passou por procedimento cirúrgico (limpeza cirúrgica) e em seguida foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Josué teve o rosto, braços e a perna direita queimados. Passou por procedimento cirúrgico (debridamento). Josué segue internado no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) com estado grave.

    Além de Rodrigo e Josué. Lisandro Roberto Nascimento, de 36 anos, que teve o rosto e braços queimados, e Márcio José Lopes da Silva, de 30 anos, que teve o rosto, pescoço e braços queimados, também passaram por procedimento cirúrgico (debridamento) e seguem internados no CTQ.

    Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam) afirmou que assim que tomou conhecimento do acidente, iniciou os protocolos para atendimento às vítimas junto com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhou três ambulâncias ao local.

    O acidente

    A causa do acidente ainda é desconhecida, mas segundo testemunhas, a explosão aconteceu enquanto a embarcação estava sendo abastecida, uma pessoa utilizava uma máquina de solda, o que teria ocasionado desastre. A balsa pertence a empresa “Navegação Gênesis”, que está dando suporte para todos os funcionários feridos na explosão.

    A Marinha do Brasil, por intermédio do Comando do 9º Distrito Naval, informou em nota, que tomou conhecimento do caso e que um inquérito foi instaurado para apurar as causas, circunstâncias e possíveis responsabilidades pelo acidente.

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Assista a reportagem | Autor: Waldir Adriano/ TV Em Tempo