Fonte: OpenWeather

    Sensibilidade


    Mulher dedica vida à causa animal há mais de 20 anos

    A protetora de animais Tânia Mussa, 63, cuida de mais de 200 cachorros em seus abrigo e precisa de ajuda de doações para cuidar dos animais

    A protetora de animais cuida de mais de 200 cães que foram abandonados em diversas regiões de Manaus | Foto: Leonardo Mota

    Manaus - A frase 'o cão é o melhor amigo do homem'  ganha outra conotação quando se trata do cuidado dos humanos com os animais, que por vezes são maltratados e abandonados. O resgate desses animais muitas vezes é realizado por Organizações Não Governamental (ONGs) ou por protetores animais que vivem pela causa.

    Em Manaus, uma das pessoas que se dedicam à causa é Tânia Mussa, de 63 anos, que tem mais de 200 cachorros em seu abrigo, localizado na Zona Norte da cidade, e conta com ajuda de doações e funcionários para cuidar dos animais. "A maioria dos cachorros são idosos e alguns possuem necessidades especiais, precisam de um cuidado maior, um espaço reservado e até uma alimentação mais regrada". destaca.

    Natural de São Paulo, Tânia se dedica à causa há mais de 20 anos, desde que se mudou para a cidade e iniciou os resgastes. "Vim para Manaus para ficar mais próxima da minha família, iniciei os resgastes e desde lá eu atuo na causa animal", explica.

    Tânia Mussa falou das dificuldades de resgatar animais na cidade e pede ajuda em doações das pessoas
    Tânia Mussa falou das dificuldades de resgatar animais na cidade e pede ajuda em doações das pessoas | Foto: Leonardo Mota

    Ela destaca que os animais são abandonados na rua sempre em situações de saúde delicadas, resultantes de violência e maus tratos. "Eu já resgatei cachorros que estavam sem orelhas, alguns animais que foram feridos nos olhos. A maioria estava abandonado por falta de cuidados e sempre em risco", comenta. 

    O amor pelos animais, no entanto, tem algumas dificuldades. As despesas são, em sua maioria, bancadas pela própria protetora, que recebe ajuda de pessoas específicas em ração e doação de remédios receitados para os animais. "O que eu consigo é sempre muito bom. Toda ajuda é bem-vinda!", diz. A protetora destaca que apesar de receber doações e arcar com as despesas, o número de animais abandonados cresce em Manaus.

    Animais abandonados são resgatados pela protetora de animais e levados para abrigo
    Animais abandonados são resgatados pela protetora de animais e levados para abrigo | Foto: Leonardo Mota

    "Eu recebo mais animais abandonados e doentes e essas são situações que todos nós devemos resolver. É um grande problema na cidade", comenta. 

    Para quem quiser ajudar Tânia Mussa pode entrar em contato diretamente com ela pelo telefone   (92) 99326-1399.

    Abandono de animais é crime

    Moradores de condomínios e casas do bairro Santo Antônio em Manaus, denunciam o constante abandono de animais nas vias do bairro. Um morador que prefere não se identificar comenta que já presenciou o abandono de cachorros no local. "É uma situação muito triste. Aqui na rua Padre Augustinho Caballero, próximo à ponta do Ismael, era uma situação muito triste. Por ser uma via que não tem muito acesso, sempre amanhecia com caixas com cachorrinhos novos. Uma vez um carro desceu em alta velocidade, abriu a porta e deixou um cachorro já grandinho e saiu às pressas. Não deu tempo de anotar placa para denunciarmos, mas o cachorro infelizmente morreu atropelado no mesmo dia", relata. 

    Na tentativa de mudar esta realidade em diversos bairros de Manaus, existem Projetos de Lei (PL) apresentados na Câmara Municipal de Manaus (CMM) e na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) que possuem o objetivo de diminuir o abandono de animais domésticos em áreas públicas ou particulares na cidade. 

    O abandono de animais é crime por Lei Federal n° 9.605/98, em que praticar abuso ou maus -tratos, ferir ou mutilar animais silvestres e domésticos é característico de detenção de três meses a um ano e mais multam, tendo pena aumentada em até um sexto a um terço em caso de morte de animais.

    Abrigo de Animais da protetora Tânia Mussa fica na Zona Norte da capital amazonense
    Abrigo de Animais da protetora Tânia Mussa fica na Zona Norte da capital amazonense | Foto: Leornado Mota

    Leis em Manaus

    Atualmente existem 11 leis sancionadas e vigentes no Amazonas em relação a causa animal e três aguardando sanção governamental. Além dos abandonos existem também os animais que são mau-tratos por tutores ou não tutores. Para proteção desses animais, existe além da lei federal a lei em vigência em Manaus: a Lei n° 4948 que institui a definição de conduta de maus-tratos praticadas contra a fauna doméstica e estabelece multa e sanção administrativa a quem os praticar.

    Em Manaus, animais de rua também possuem respaldo e cuidados por meio da Lei 4918 dispõe sobre a disponibilização de alimento e água aos animais de rua pelos cidadãos em espaços públicos no Amazonas.