Fonte: OpenWeather

    Saúde


    Criança que cresceu em hospital de Manaus ganha festa de despedida

    Desde o ano de 2015, o paciente recebe os cuidados necessários, a transferência é necessária para a continuação do tratamento

    Manaus- O jovem Fábio da Silva Cardoso, de 19 anos, recebeu uma festa de despedida dos profissionais responsáveis pelos cuidados no Hospital Infantil Dr. Fajardo (HIDF), localizado na Avenida Joaquim Nabuco, Centro, durante cinco anos de internação. O jovem será transferido para um hospital geral, o da Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), localizado na Avenida Carvalho Leal, bairro Cachoeirinha, onde receberá atendimento especializado de acordo com necessidades referentes à sua idade. 

    O paciente está em tratamento há quatro anos
    O paciente está em tratamento há quatro anos | Foto: Bruno Zanardo/Secom

    Durante o último dia de Fábio na unidade, os pacientes fizeram uma despedida com direito a bolo e balões para demonstrar o carinho pelo jovem. A transferência de Fábio para a FHAJ é necessária para que ele tenha um melhor acompanhamento.

    Fábio vive no hospital desde 2015, quando sofreu um acidente na comunidade Philadélfia, localizado no município de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus). Ele caiu de uma árvore, fraturou a coluna e perdeu os movimentos dos membros, necessitando de cuidados específicos. 

    Mesmo morando no hospital, Fábio consegue manter os estudos. Matriculado no 1° ano do Ensino Médio de uma escola da rede estadual de ensino, ele recebe, três vezes por semana, aulas especiais com uma professora. A expectativa é que, no próximo ano, ele receba autorização para fazer as provas de SIS (Sistema de Ingresso Seriado) e PSC (Processo Seletivo Contínuo) e possa manter o sonho de fazer faculdade de Engenharia.

    Com placas de incentivo, Lucas foi homenageado pela equipe do hospital
    Com placas de incentivo, Lucas foi homenageado pela equipe do hospital | Foto: Bruno Zanardo/Secom

    A assistente social Deritelma Noronha faz parte da equipe multidisciplinar que cuidava no Fábio no HIDF e foi uma das responsáveis que o ajudaram no processo de transferência.

    “Tudo aqui é voltado para o atendimento de crianças. Os médicos e demais profissionais são especialistas em atendimento pediátrico, e até as medicações que o hospital recebe são pediátricas. Toda vez que o Fábio precisava de um atendimento especializado, precisávamos chamar um profissional de outras unidades. Agora, com a transferência, ele terá esses profissionais à disposição dele”.

    *Com informações da assessoria