Fonte: OpenWeather

    Obras Irregulares


    Operação flagra furto de energia em construção de casas populares

    O responsável pelo estabelecimento foi preso em flagrante por crime de furto de energia

    Na oficina foi constatado que o medidor de energia estava com indícios de violação dos lacres | Foto: Divulgação

    Manaus- A Amazonas Energia realizou, na última quinta-feira (28), uma operação policial junto com a DECFS, em uma obra de um conjunto de casas populares, localizada na Av. Coletora Norte Sul, Monte das Oliveiras, Zona Norte. Na sexta-feira (29), a operação foi realizada em um dos apartamentos de um condomínio, localizado no bairro Ponta Negra, área nobre de Manaus. Também no dia 29 foi realizada uma operação em uma oficina, localizado na rua Virginia M. de Paula, Planalto, Zona Oeste de Manaus.

    Na obra de casas populares, constatou-se a construção de 50 casas, em que todas estavam energizadas por dois ramais clandestinos ligados direto rede de baixa tensão da Distribuidora. O responsável pelo estabelecimento foi preso em flagrante por crime de furto de energia pelo Delegado de Polícia Dr. Paulo Benelli e irá responder em liberdade após o pagamento da fiança arbitrado em R$ 4.000,00. O empreendimento ficou com o fornecimento de energia elétrica suspenso de imediato conforme Resolução 414/2010 ANEEL e o valor do prejuízo causado a empresa foi estimado em R$ 13.168,13.

    No apartamento de luxo, constatou-se desvio de energia elétrica de três fases entre o barramento e o medidor. O imóvel ficou com o fornecimento de energia elétrica suspenso, com a retirada do desvio e a substituição do medidor com Telemedição.

    Na oficina foi constatado que o medidor de energia estava com indícios de violação dos lacres e com os registros dos consumos incorretos, após testes realizados no ato da inspeção. O medidor foi retirado para avaliação técnica no laboratório do IPEM (AM). A oficina ficou com o fornecimento de energia normalizado e regularizado com a instalação de novo medidor.

    Durante as abordagens foram realizados os procedimentos técnicos mediante a caracterização da irregularidade pela equipe de inspeção técnica e o Perito do Instituto de Criminalística (IC).

    Os responsáveis pelo apartamento de luxo e pela oficina foram notificados pelo Delegado de Polícia Dr. Paulo Benelli, para prestar esclarecimentos na Delegacia e irão responder criminalmente pelo furto de energia elétrica.

    *Com informações da assessoria