Fonte: OpenWeather

    serviço


    Aumenta o número de ocorrências após a forte chuva em Manaus

    No total, Defesa Civil do Município registrou sete chamados, mas o número pode aumentar à noite

    Um ônibus corre o risco de tombar na avenida Torquato Tapajós | Foto: Reprodução/Twitter IMMU

    Manaus - A forte chuva que atingiu Manaus nesta segunda-feira (30) causou alagações em alguns pontos da capital amazonense, entre eles uma rua no Parque 10 de Novembro e também na avenida Torquato Tapajós – está última com grande fluxo de veículos por segundos. Além desses pontos, a Defesa Civil do Município (DCM) registrou, ainda, sete ocorrências até às 17h30, todas por alagação. Mais de 140 mil pessoas em Manaus ficaram sem energia elétrica

    Conforme a DCM, dois pontos de alagações ficam localizados no bairro Cidade Nova, Zona Norte, sendo um no conjunto Manôa - local em que também foi divulgado um vídeo da rua Professor Manoel Belém intrafegável por conta de alagações. Por último, o órgão foi acionado para os bairros Terra Nova e Colônia Santo Antônio, também na Zona Norte, onde houve novas alagações. O acionamento, segundo o órgão, é feito pela Central 199.

    O Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) registrou, ainda, imagens de um ônibus com risco de tombar na avenida Torquato Tapajós (sentido Centro/Bairro), após o viaduto 28 de Março, também na Zona Norte. Conforme o órgão, a empresa do transporte público solicitou socorro particular. 

    A Defesa Civil não divulgou até o momento o nível registrado pelos pluviômetros de chuva na cidade nesta segunda. Confira vídeos de alguns pontos alagados:

    VÍDEO 1

    Chuva alaga um trecho da avenida Torquato Tapajós | Autor: Reprodução/Twitter
     

    VÍDEO 2

    Leitor registrou uma rua alagada no bairro Parque Dez de Novembro | Autor: Reprodução/Twitter
     

    VÍDEO 3 

    Rua Professor Manoel Belém no Manôa | Autor: Reprodução/Twitter
     

    Deslizamentos e desabamentos

    A DCM registrou também um deslizamento de barranco no Vale do Sinai, no bairro Cidade Nova, e dois desabamentos de muro, sendo um no bairro Monte das Oliveiras e outro no bairro Santa Etelvina, ambos na Zona Norte. 

    Sem energia

    A Amazonas Energia informou que, na tarde desta segunda, às 14h50, houve desligamento intempestivo de duas linhas de distribuição de energia em 138 kV da Subestação Jorge Teixeira, na Zona Leste, que interliga as subestações de Mutirão, Cachoeira Grande e Compensa, provocando a desenergização das respectivas subestações, o que consequentemente provocou o desligamento de 177 MW, afetando cerca de 144 mil clientes.

    Após o ocorrido, a Amazonas Energia conta que imediatamente encaminhou equipes para restabelecer o sistema, às quais encontram-se nas subestações Jorge Teixeira e Mutirão intervindo nos equipamentos.

    "Reforçamos que manobras foram realizadas e às 16h05, o sistema iniciou o restabelecimento, no qual será normalizado gradativamente até 100% no tempo mais breve possível. As causas do desligamento estão sendo apuradas", informou a assessoria em nota.