Fonte: OpenWeather

    Tragédia


    Homem morre afogado após nadar na Lagoa do Parque São Pedro, em Manaus

    A vítima era moradora da comunidade e costumava consumir bebida alcoólica e depois ia nadar no lago

    O corpo da vítima deve ser removido para o Instituto Médico Legal
    O corpo da vítima deve ser removido para o Instituto Médico Legal | Foto: Divulgação

    Manaus - Um homem identificado como Leandro da Costa Jaque Minout, de 34 anos, morreu afogado no final da tarde desta segunda-feira (3), após mergulhar na Lagoa do Parque São Pedro, localizado no bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus. 

    O líder comunitário Ademar Brito informou que a vítima era moradora da comunidade e costumava consumir bebida alcoólica e nadar diariamente no lago.

    "Ele estava nadando junto com algumas crianças, quando deu um mergulho e não retornou mais. Começamos a procurá-lo, ligamos e esperamos mais de três horas pelo socorro. Não apareceu nem polícia e nem bombeiros", informou o líder comunitário. 

    Ainda conforme Ademar, os próprios moradores se mobilizaram e, após intensas buscas, eles conseguiram localizar o corpo de Leandro - que foi removido para o Instituto Médico Legal (IML).

    Apelo

    "As autoridades precisam fazer algo pelo Lagoa do Parque São Pedro. Precisamos de mais atenção. A comunidade já fez a parte dela, limpou todo o espelho d'água e recuperou as cinco nascentes que existem nessa região. Precisamos que coloquem cercas, para termos um controle no acesso de pessoas", declarou Ademar. 

    De acordo com o líder comunitário, a lagoa possui cerca de 1,2 mil metros de extensão e o ponto mais fundo tem 18 metros. No local existem cerca de 20 espécies de peixes e também atrai diversas aves, como as garças e mergulhões.  

    "Infelizmente, o lago recebe dejetos de algumas empresas e residências, mas atrai a população. Aproximadamente 30% da comunidade faz o consumo dos peixes e acessam o lago como forma de lazer", contou.