Posse Conselheiros


Edital da FPS-AM oferta 10 milhões para associações do Amazonas

O anúncio foi feito durante a cerimônia de posse dos novos conselheiros de agroecologia e produção orgânica do Amazonas

Ao final, houve a aprovação da ata e do Regimento Interno do Conselho | Foto: Djalma Júnior

Manaus- A Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) participou, nesta quarta-feira (5), da primeira reunião do ano do Conselho Estadual de Agroecologia e Produção Orgânica (Ceapo). Na ocasião, foi realizada a posse dos novos conselheiros, a deliberação do regime interno e a apresentação do edital de chamamento público (01/2020) que irá destinar, por meio do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), R$ 10 milhões para as associações e cooperativas do estado do Amazonas.

O secretário estadual de Produção Rural, Petrucio Magalhães Júnior, explicou sobre a importância do investimento para as cooperativas do Amazonas. “É bom destacar que no Brasil, crescemos 15% na produção orgânica e que foram faturados R$ 4,6 bilhões. Este valor demonstra que cada vez mais o consumidor busca produtos saudáveis, quer saber da origem deles, e os produtores orgânicos estão se organizando em associações e cooperativas, o que tende a elevar ainda mais esses números em 2020”, destacou.

O representante do FPS no encontro, o assessor jurídico Gilvaney Almeida, informou que os representantes de cooperativas receberam orientações sobre o chamamento público, que irá destinar o valor de R$ 150 mil para cada Organização da Sociedade Civil (OSC) participante, que desenvolva atividades em agronegócio no estado do Amazonas.

Outro ponto importante da reunião foi a posse dos conselheiros, que vão representar tanto as instituições de governo como também as cooperativas e associados, sendo 12 de cada categoria. Os integrantes do conselho decidem sobre os rumos e maneiras de auxiliar os produtores orgânicos no desenvolvimento de suas atividades.

Para Antônio Bezerra, representante da Associação São Francisco de Assis, de Rio Preto da Eva, a reunião é importante por colocar em atividade e organizar o Ceapo, de forma a poder dar passos relevantes e ajudar os produtores.

“A partir de agora, temos rumos, normas, diretrizes dentro do conselho para resolver nossas questões e assim sei que vamos crescer trazendo muitos benefícios para a produção orgânica nesse estado, que está crescendo, e se Deus quiser vai crescer mais ainda. Vai disseminar saúde, alimentação saudável para o povo do Amazonas”, afirmou Francisco.

Ao final, houve a aprovação da ata e do Regimento Interno do Conselho, além do pronunciamento do secretário Petrucio Magalhães a respeito de programas como “Dia no Campo” e do projeto de resgate de produção da borracha para comércio com empresas fabricantes de pneus, com resultados positivos. A Sepror pretende intensificar estes projetos de forma que possibilitem alcançar ainda mais produtores, levando um produto de qualidade e em grande quantidade para o consumidor.

*Com informações da assessoria