Desaparecimento


Programa de desaparecidos do MP-AM entra na busca por Erlon Gabriel

Familiares seguem na busca pelo pequeno que sumiu da frente da própria casa na última quinta-feira (6)

Família está recebendo diversos trotes
Família está recebendo diversos trotes | Foto: Arquivo Pessoal

Manaus - O Ministério Público do Amazonas (MP-AM), por meio do Programa de Localização e Identificação de Desaparecidos (PLID), está auxiliando nas buscas pelo paradeiro da criança. De acordo com a promotora Lucíola Valois, Erlon foi cadastrado no banco de dados nacional de pessoas desaparecidas. O trabalho de busca atuará em hospitais, Instituto Médico Legal (IML) e locais públicos com sistema de comunicação. O Aeroporto Eduardo Gomes, por exemplo, exibirá a foto da criança nos monitores de TV de todo o local junto a imagem de várias outras pessoas desaparecidas.

Familiares e amigos de Erlon Gabriel, um menino de apenas dois anos, seguem na busca pelo pequeno. Na tarde deste sábado (8), o grupo realizou uma procura  pelo garoto. A criança brincava em frente da casa, na rua 7 da comunidade União da Vitória, no bairro Tarumã-Açú, Zona Oeste de Manaus.

Jaiane Oliveira, tia de Erlon, conta que a iniciativa serve para chamar atenção das autoridades sobre o caso e alertar a população sobre o paradeiro da criança. “Quem puder levar cartazes e fotos, ajudar imprimindo a foto dele, para distribuir agradecemos. Quanto mais ajuda, melhor”, comentou Oliveira.

A tia contou ainda que a família está recebendo muitos trotes. O último que eles receberam  foi de um homem que ligou pedindo uma quantia de R$ 2 mil. O homem mandava fotos de partes do corpo da criança para mostrar aos familiares. A Policia Federal, em contato direto com a família, detectou que a informação era falsa.

Qualquer informação sobre o paradeiro da criança, pode ser informado por meio do telefone da Depca (92) 3656-7445 ou pelo celular dos familiares; (92) 99131-8119 ou (92) 9125-6869.