Fonte: OpenWeather

    Ação


    Detentos do Compaj recebem atividade para prevenção de doenças

    Ação tem como objetivo incentivar o estilo de vida saudável

    4o detentos foram atendidos na atividade | Foto: Divulgação Seap

    Manaus - Nesta segunda-feira (17), os internos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), localizado no Km 08 da BR-174 (Manaus-Boa Vista), participaram da ação de saúde promovida pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) e a empresa Reviver Administração Prisional Privada. 

    A atividade atendeu 40 detentos e contou com a participação de médicos, enfermeiros e nutricionistas que promoveram palestras sobre hipertensão arterial, diabetes e obesidade, buscando conscientizar os detentos sobre mudanças em estilo de vida, autocuidado e alimentação saudável. 

    De acordo com o diretor da unidade, Lucas de Maceda, a promoção da saúde no âmbito coletivo abrange ações e condições que propiciem a melhoria na qualidade de vida. “É muito importante difundir a informação para melhorar a vida dos internos, uma vez que muitos já chegam com hábitos alimentares ruins e também fazem uso de medicamentos. Neste sentido, os médicos esclareceram várias dúvidas sobre isso. Sentimos que a população carcerária sendo orientada vai fazer uso das informações e viver melhor”, declarou.

     A ação tem como objetivo iniciar dois projetos. Um primeiro deles será voltado a hipertensos e diabéticos, com promoção de palestra e incentivo aos exercícios físicos, e um segundo será um programa de educação  alimentar e exercícios físicos, para o qual foram escolhidos 10 internos obesos.

    A coordenadora de Saúde do Sistema Penitenciário do Amazonas, Alyne Eliza Botelho, acredita que os projetos são meios importantes para que sejam evitadas possíveis complicações dessas doenças. “O diabetes e a hipertensão são agravos que podem ser controlados com dieta e exercício físico. Estas ações ajudam as pessoas privadas de liberdade (PPLs) e contribuem para seu autocuidado, elevação da autoestima e promoção da saúde”, concluiu.

     *Com informações da assessoria