Fonte: OpenWeather

    Turismo


    AM se prepara para receber turistas nos feriados prolongados

    Ao todo, 2020 terá nove feriados nacionais emendados com fins de semana

    Manaus - O ano de 2020 terá nove feriados nacionais emendados com fins de semana. O primeiro acontece no próximo dia 25.  O número é quase o dobro dos cinco feriados nas mesmas condições que aconteceram em 2019. Com este grande volume de dias de folga, especialistas apontam que este é o ano do turismo. Conversamos com profissionais da área para saber as expectativas do setor. 

    Em 2019, mais de 12 mil turistas passaram pela capital amazonense durante a realização de 15 eventos nacionais e internacionais ocorridos no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques (CCAVV). Para 2020, a Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) captou 17 eventos, com previsão de desembarque de 18,2 mil visitantes.

    De janeiro a setembro de 2019, o Departamento de Estatística da Amazonastur registrou um crescimento de 3,05% de turistas brasileiros e estrangeiros em relação ao mesmo período do ano passado. A taxa de crescimento de brasileiros residentes em outros estados em visita ao Amazonas foi de 3,97%, enquanto 0,96% foi o índice de aumento registrado entre os turistas estrangeiros.

    Em valores, o gasto médio diário do turista brasileiro no Amazonas foi de R$ 239,00, enquanto o estrangeiro despendeu R$ 219,02. A receita total entre turista brasileiros e estrangeiros foi de R$ 546.552.962.

    “Entendemos que as possibilidades são promissoras, mas devemos analisar o contexto econômico. Se estiver favorável, facilitará as viagens”, explica o diretor de turismo da Manauscult, João Araújo. 

    Amazonastur prevê mais de 18 mil visitantes para eventos em Manaus em 2020
    Amazonastur prevê mais de 18 mil visitantes para eventos em Manaus em 2020 | Foto: Leonardo Leão/Manauscult

    “Para o Amazonas, tendo Manaus como portão principal de entrada, a expectativa é de que haja um aumento, conforme divulgado pela Amazonastur, uma vez que são responsáveis pelas pesquisas de fluxo turístico”, complementa o diretor. 

    Feriados prolongados em 2020

    • 25 de fevereiro (terça-feira) - Carnaval (ponto facultativo) 
    • 10 de abril (sexta-feira) - Paixão de Cristo (feriado nacional apenas para a administração pública. Para os demais, só é feriado se for decretado por estados ou municípios) 
    • 21 de abril (terça-feira) - Tiradentes 
    • 1º de Maio (sexta-feira) - Dia do Trabalhador 
    • 11 de junho (quinta-feira) - Corpus Christi (ponto facultativo) 
    • 7 de setembro (segunda-feira) - Dia da Independência 
    • 12 de Outubro (segunda-feira) - Dia de Nossa Senhora Aparecida 
    • 2 de novembro (segunda-feira) - Finados 
    • 25 de dezembro (sexta-feira) - Natal.

    Atrativos do Amazonas 

    O diretor, João Araújo, ressalta que Manaus está com vários investimentos em obras de infraestrutura turística, como pavimentação de ruas do Centro Histórico, finalização da Biblioteca Municipal, obras no hotel Cassina, na antiga sede da Câmara Municipal (abrigará o Museu de Arqueologia), requalificação do Les Artistes Café Teatro, dentre outros. 

    Hotelaria de floresta é um dos destaques na Amazônia.
    Hotelaria de floresta é um dos destaques na Amazônia. | Foto: Divulgação/Amazonas Cluster de Turismo

    A capital se destaca por oferecer roteiros de história, cultura e grandes eventos. Para o resto do Estado, o interesse fica por conta do ecoturismo, incluindo hotelaria de floresta e roteiros em barcos para pernoite, turismo de aventura e pesca esportiva.

    Empresários preparados

    Claudia Mendonça, proprietária da Paradise Turismo, do Boutique Hotel Casa Teatro e da Casa Perpétua, atua há 30 anos no ramo do turismo. Ela acredita muito no potencial de Manaus para ‘hotéis boutique’ ou ‘hotéis de charme’, termo que se refere a espaços que oferecem serviço de hospedagem agregados a valores históricos. Esta modalidade é uma tendência no segmento hoteleiro de luxo.

    Casa Perpétua é um dos hotéis boutique ou de charme que funcionam em Manaus.
    Casa Perpétua é um dos hotéis boutique ou de charme que funcionam em Manaus. | Foto: Lucas Silva

    “O wellness (bem-estar) está muito em alta. Não precisa de um hotel muito luxuoso para você se sentir bem. O interessante é você se sentir em harmonia no local, e é isso que a gente busca em todos os empreendimentos”, reforça Cláudia. Esta é a experiência que ela espera oferecer aos visitantes que estão vindo em 2020. 

    Local Hostel se prepara para receber turistas.
    Local Hostel se prepara para receber turistas. | Foto: Divulgação/Local Hostel

    Matheus Andrade, proprietário do Local Hostel afirma que ainda é um pouco cedo para prever se de fato este será o ano do turismo. “Realmente temos muitos feriadões esse ano, entretanto, ainda não chegaram tantas reservas. Normalmente elas chegam com 30 ou menos dias de antecedência”, conta. 

    “Em relação a preparação, fazemos como em todos os anos. Preparamos alguma programação legal e organizamos a escala de trabalho para termos o maior número de pessoas possível aqui”, complementa. 

    O presidente da Amazonas Cluster de Turismo, Ricardo Pedroso afirma que de fato os brasileiros viajam mais nos feriados e isso ajuda muito a girar a máquina do turismo. “Contudo, não devemos esquecer que nosso público é 60% de estrangeiros, onde feriado aqui no Brasil não os motiva. Por outro lado, o dólar alto poderia despertar mais os estrangeiros, que vêm ocorrendo timidamente ainda. Mas, para os brasileiros, as viagens internacionais ficam mais caras, o que é bom para o turismo nacional”, diz. 

    Apesar destas questões, ele está sempre otimista. “É muito cedo para conferir a teoria da prática, mas esperamos sim um aumento de um dígito para 2020 em algo bem perto a 10%”, afirma. 

    Ricardo Pedroso, presidente da Amazonas Cluster de Turismo.
    Ricardo Pedroso, presidente da Amazonas Cluster de Turismo. | Foto: Divulgação/Amazonas Cluster de Turismo

    O titular da Amazonas Cluster conta que as empresas associadas fazem investimentos constantes na manutenção e melhorias dos equipamentos. 

    "

    O uso de melhores práticas, como a restrição ao uso de plástico, comida saudável, investimentos em energia limpa e qualificação profissional. Isso ajuda na promoção. "

    Presidente da Amazonas Cluster, Ricardo Pedroso,

    “Antes se falava que o turismo do Amazonas se vende sozinho, que somos privilegiados com um nome conhecido, ‘Amazon’, mas esses empresários que acreditavam nisso aprenderam na prática que isso não é suficiente. Nossos concorrentes, falando em floresta tropical, acabaram ganhando espaço”, relata o presidente. 

    Ele afirma que a grande mudança que o turismo na Amazônia passou é a do contemplativo para a transferência de informação. “Quebramos o paradigma daquele visitante que sai dizendo que foi na Amazônia e não viu uma onça. Oras, muitas vezes pode ter pisado nas fezes da felina sem ter se dado conta. Aqui não é um zoo, mas com um bom guia/condutor podem observar os sinais, valorizar as pequenas coisas”, afirma. 

    A Amazonas Cluster de Turismo é uma Associação Patronal, onde o coletivo de empresas associadas opera um conjunto de atrativos com destacado diferencial turístico no Estado do Amazonas, com alto padrão de qualidade e responsabilidade socioambiental, constituindo uma das principais fontes de desenvolvimento regional sustentável.

    Dicas e recomendações 

    Para quem vai viajar, é bom ficar de olho nas recomendações da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR). 

    O Em Tempo selecionou algumas dicas para quem vai viajar de avião.
    O Em Tempo selecionou algumas dicas para quem vai viajar de avião. | Foto: Pixabay

    Fique atento às condições meteorológicas adversas nas cidades de origem ou chegada dos voos: elas podem impactar os horários da viagem. Em situações normais, precauções simples na preparação da viagem garantem tranquilidade durante o embarque:

    Conferir documentos pessoais, incluindo passaportes e vistos no caso de viagens internacionais, e autorizações para menores de idade (quando necessárias) antes de sair de casa;

    Antecipar o deslocamento para o aeroporto é sempre recomendável – reserve pelo menos duas horas para voos domésticos e três para os internacionais;

    Conferir o status do voo em aplicativos ou nos painéis disponíveis nos aeroportos;

    Realizar o check-in antecipado, via site ou aplicativos, ajuda a ganhar tempo. Mesmo no saguão do terminal é possível evitar filas e fazer o check-in nos totens de autoatendimento;

    Com o fluxo maior de passageiros nos momentos de pico, vale colaborar para a fluidez das inspeções de segurança. O melhor é manter pertences de metal (cintos, brincos etc.) dentro da bagagem de mão até passar pelo detector de metais;

    Objetos pontiagudos e líquidos inflamáveis não são permitidos nos aviões. Para os voos internacionais, é proibido levar líquidos, géis e pastas em recipientes com capacidade superior a 100 ml. Em caso de dúvidas sobre a possibilidade de embarque de determinado item, consulte sua companhia aérea;

    Retire o laptop da mochila para a inspeção em separado pelo equipamento de raios-x.

    Em caso de viagens internacionais, fique atento às normas de imigração.

    Bagagem

    Todas as companhias aéreas permitem que o passageiro leve gratuitamente uma bagagem de mão em voos domésticos e internacionais. Ao comprar uma passagem, é possível adquirir, também, a franquia de despacho de bagagem (se já não estiver incluída na sua tarifa). Verifique os valores e condições para esse serviço. Em geral, a compra antecipada é mais simples e barata do que no momento do check-in.

    É preciso respeitar o limite de tamanho e peso das bagagens para não pagar taxas extras.
    É preciso respeitar o limite de tamanho e peso das bagagens para não pagar taxas extras. | Foto: Freepik

    As bagagens de mão devem respeitar limite de peso e tamanho de acordo com os parâmetros estabelecidos por cada empresa aérea. Nos voos domésticos as medidas são: 55 cm X 35 cm x 25 cm. Nos voos internacionais, é recomendado que o passageiro consulte as medidas com as empresas aéreas. É preciso respeitar também o limite de peso: 10 kg para voos dentro do Brasil ou que tenham o País como origem ou destino.