Fonte: OpenWeather

    Fiscalização


    Lei Seca será reforçada até a manhã da Quarta-feira de Cinzas no AM

    O Detran também vai atuar preventivamente com ações educativas

    Rodrigo Sá, destaca que a tolerância é zero para motoristas que insistem em dirigir alcoolizados. | Foto: Michell Mello

    Rodrigo Sá, destaca que a tolerância é zero para motoristas que insistem em dirigir alcoolizados.
    Rodrigo Sá, destaca que a tolerância é zero para motoristas que insistem em dirigir alcoolizados. | Foto: Michell Mello

    Manaus (AM) - O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) vai reforçar a fiscalização da Lei Seca no feriadão do Carnaval. As operações serão intensificadas até a manhã da quarta-feira (26) em todas as zonas da cidade e na Região Metropolitana de Manaus (RMM). Além da ação repressiva, o Detran-AM também atuará preventivamente com ações educativas nos locais de grande aglomeração de pessoas por meio de ações interativas.

    O diretor-presidente do Detran-AM, Rodrigo de Sá, ressalta que a fiscalização será realizada do mesmo modo que a instituição tem atuado no período de grandes festas e feriados. Sá, destaca que a tolerância é zero para motoristas que insistem em dirigir alcoolizados.

    Pagamento Itinerante 

    Lançado em abril do ano passado, o Detran-AM disponibiliza em suas blitzes de trânsito o Pagamento Itinerante.  A modalidade possibilita ao proprietário do veículo com licenciamento em atraso uma alternativa para quitação do débito durante as fiscalizações de trânsito, evitando que o mesmo seja removido. O pagamento é feito por meio de empresas credenciadas e pode ser feito com cartão de crédito ou débito.

    Lei Seca 

    As operações serão intensificadas até a manhã da quarta-feira (26) em todas as zonas da capital e na RMM.
    As operações serão intensificadas até a manhã da quarta-feira (26) em todas as zonas da capital e na RMM. | Foto: Michell Mello

    De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a penalidade para quem dirige embriagado é de R$ 2.934,70, além da suspensão do direito de dirigir por 12 meses. Se o condutor cometer a mesma infração dentro de 12 meses, o valor da multa será dobrado. A Lei Seca não permite a direção de veículos sob efeito de qualquer quantidade de bebida alcoólica ingerida pelo condutor. Caso o índice seja de 0,34 mg/L, o motorista é preso em flagrante.

    *Com informações da assessoria