Fonte: OpenWeather

    Reintegração


    Moradores são impedidos de retornar para casas no Monte Horebe

    A desocupação começou na manhã desta segunda-feira (2) por volta das 7h

    Manaus - Moradores da invasão Monte Horebe, localizada na Zona Norte de Manaus, são impedidos de retornarem às casas para pegar pertences durante início de reintegração na manhã desta segunda-feira (2). Eles aguardam um posicionamento das equipes das forças de segurança e de assistência social do Governo presentes na ação.

    A moradora Simone Soares, que vive na ocupação desde 2015, conta que foi impedida de pegar até os documentos de identificação.

    O Monte Horebe fica localizado na Zona Norte de Manaus
    O Monte Horebe fica localizado na Zona Norte de Manaus | Foto: Lucas Silva

    “Eu não estou impedindo de fazerem a reintegração. A única coisa que peço é que eu possa tirar meus móveis, meu botijão de gás... Nem meu RG estão deixando eu retirar. Foi dado um prazo para fazermos isso. Veio um caminhão retirar os móveis dos moradores. Só que os caminhões não deram conta da quantidade de moradores que habitam aqui. Nem todo mundo tem dinheiro para pagar frete”, comentou a moradora.

    Além disso, os moradores reclamam da logística que será afetada por mudarem de habitação, como comentou o morador Francisco Inácio, de 60 anos.

    | Foto: Lucas Silva

    “Tudo o que ela está falando eu concordo e ainda acrescento. Como é que os pais de família farão com os filhos que estudam nesta escola? Não são todos que têm dinheiro para gastar com passes para os filhos virem para a escola do Monte Horebe, e alguns moradores trabalham próximo e terão sua logística toda alterada - ficando distantes ainda mais”, ressaltou Francisco.

    Ilza Oliveira sonha há 40 anos com a casa própria
    Ilza Oliveira sonha há 40 anos com a casa própria | Foto: Lucas Silva

    A idosa Ilza Pereira de Oliveira, de 67 anos, moradora da ocupação, sonha há 40 anos com a casa própria. "Moro aqui desde o início do Monte Horebe. O meu maior sonho é ter a casa própria, um lugar que posso chamar de meu. É o meu único desejo", comentou.

    Assista à reportagem de Kennedson Paz e Rogério Barros no local:

    Reintegração

    O plano de desocupação foi anunciado na última sexta-feira (28) em coletiva de imprensa convocada pelo Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da Secretaria de Segurança Pública (SSP), com a coordenação do vice-governador, Carlos Almeida. Entre os órgãos envolvidos estão: Seas, Sejusc, UGPE, Casa Civil, Sema, Ipaam, Suhab, SSP, Polícia Militar, Polícia Civil, Defensoria Pública do Estado (DPE), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-AM) e Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM).

    Idosa de 67 anos conta que mora no Monte Horebe desde o início da invasão
    Idosa de 67 anos conta que mora no Monte Horebe desde o início da invasão | Foto: Lucas Silva

    A operação é resultado de meses de planejamento pelas forças de segurança do Estado e tem como diferencial o respeito à dignidade humana na retirada das famílias, que passarão por triagem com o objetivo de garantir soluções de moradia adequadas a cada caso. A operação conta com efetivo de mais de 800 servidores, entre policiais e equipes de assistência social.