Fonte: OpenWeather

    denúncia


    Moradores do Conjunto Manoa relatam drama com falta de água

    Empresa Águas de Manaus, questionada pelo EM TEMPO, explicou que um fiscal foi ao endereço pra verificar a situação do abastecimento no local

    Os moradores afirma já terem entrado em contato com a empresa mas não obtiveram sucesso | Foto: Naylene Freire

    Manaus - Há mais de 12 dias moradores estão sem água em regiões do Conjunto Manoa. De acordo com moradores, eles não tiveram água potável na última semana, nem  para fazerem tarefas simples, como escovar os dentes. A rua mais afetada é a 23, Conjunto Manoa 2, Zona Norte de Manaus.

    Alguns moradores contaram que a água chega em alguns lugares, porém em tão pouco volume, que não sobe para a caixa. A torneira em algumas casas apenas goteja, mas em outras residências, não sai nem um pingo d’água.

    Ainda de acordo com os moradores, todos estão com contas pagas,porém quando ligam para reclamar, ouvem que a região está em manutenção.

    A empresária Daniele Pedroso relatou  está enfrentando dificuldades para manter sua cozinha industrial. “Eu sou proprietária de uma peixaria delivery, imagine preparar peixes sem água? Eu estou sofrendo para pagar garrafão de água, sendo que já paguei minha conta. Chegamos a tomar banho na casa de parentes. É um absurdo, sem condições", disse a empresária.

    Há 12 dias os moradores não tem água na torneira
    Há 12 dias os moradores não tem água na torneira | Foto: Rogério Barros

    "E quando se tem uma idosa, crianças e animais em casa como se faz?" Esse é o questionamento da costureira Luzinete Rebouças. “É muito constrangedor para mim, que sou mãe de família e tenho minha mãe idosa, com 89 anos, além de meu filho e minha neta em casa. Tenho os afazeres domésticos, refeições a serem feitas e não estamos conseguindo lidar com a falta de água. Não é possível lavar roupa, pois nem à noite, há líquido nas torneiras. Quando a água chega, vem fraca e sem força para subir para a caixa”, disse Luzinete.

    A falta de água mais prejudica quem precisa do líquido para trabalhar, como é o caso da confeiteira Jô Le Laucher. “ Eu trabalho com doces, para mim esta sendo muito difícil ficar sem água. Meu negócio envolve alimento, é um trabalho que envolve higiene. Preciso estar o tempo todo com a cozinha limpa, asseada. Para isso, estou comprando cinco garrafões de água por dia. Precisei dispensar vários pedidos, pois não tenho condições de atendê-los e estou perdendo vendas por conta disso”, disse Jô.

    Em resposta a concessionária      

    A empresa Águas de Manaus, questionada pelo EM TEMPO, explicou que um fiscal foi ao endereço pra verificar a situação do abastecimento no local e assim que tiverem um retorno da equipe técnica, enviarão a resposta sobre o atendimento na região.

    Veja a reportagem em vídeo: