Fonte: OpenWeather

    Aulas


    CMPM 8 retoma aulas nesta quarta-feira (18), em Manaus

    Um novo prédio localizado na rua Vaticano, Conjunto Campos Elíseos, no bairro Planalto, vai abrigar os 1.327 alunos

    As aulas estavam suspensas desde o dia 13 de fevereiro
    As aulas estavam suspensas desde o dia 13 de fevereiro | Foto: Eduardo Cavalcante/Seduc

    Manaus - As aulas na Escola Estadual Coronel Pedro Câmara, o CMPM 8, serão retomadas na quarta-feira (18), em novo endereço. Um novo prédio localizado na rua Vaticano, Conjunto Campos Elíseos, no bairro Planalto, vai abrigar os 1.327 alunos que cursam do 1º a 5º ano do Ensino Fundamental na unidade escolar, nos turnos matutino e vespertino.

    Conforme a gestão da escola, na segunda-feira (16) haverá reunião com os pais e responsáveis, por meio de plataformas virtuais da Secretaria de Estado de Educação e Desporto, via Centro de Mídias, pelo endereço eletrônico, às 9h.

    Na terça-feira (17), o corpo docente se reunirá para planejar as atividades. A mudança do espaço antigo para o novo está sendo realizada neste fim de semana, pela equipe de logística da Secretaria de Educação. 

    A secretária executiva adjunta da capital, Arlete Mendonça, explica que os dias sem aulas serão repostos. “A equipe docente vai reunir e não haverá prejuízo pedagógico para os alunos. Teremos 18 dias para reposição de calendário, e tudo já está organizado e será acompanhado pela Secretaria de Educação”, pontua. 

    Mudança

    As atividades no local onde funcionava o anexo do CMPM 8 foram suspensas no dia 13 de fevereiro, por decisão da Secretaria de Educação e da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), após inspeção da Defesa Civil do Estado do Amazonas. Na ocasião foram constatadas anormalidades pontuais na infraestrutura do anexo, localizado na zona oeste de Manaus. 

    O novo espaço foi alugado por R$ 56 mil mensais, mesmo valor pago pelo anterior, cujo destrato está em andamento. O prédio novo gerou economia para a Secretaria, uma vez que foi alugado com mobília e condicionadores de ar e não houve acréscimo no arrendamento.

    *Com informações da assessoria