Fonte: OpenWeather

    coronavírus


    App Coronavírus SUS vai auxiliar na descoberta de novos casos no AM

    O intuito do aplicativo é informar ao cidadão onde tem uma unidade de saúde pública mais próxima, para que tenha início ao tratamento de combate ao vírus

    As coletivas estão sendo feitas pelo secretário estadual de saúde Rodrigo Tobias e pela presidente-diretora Rosemary Pinto | Foto: Reprodução

    Manaus - Na coletiva on-line desta quarta-feira (17), dados sobre o Covid-19 foram atualizados pelo Governo do Estado do Amazonas. Conforme o relatório, são 44 casos no estado do Amazonas notificados, 39 casos descartados, 3 casos em análise e 2 casos confirmados. O anúncio do aplicativo Coronavírus SUS também foi destaque na entrevista.

    O novo app tem o intuito de informar à população onde tem uma unidade de saúde pública mais próxima ao cidadão, facilitando o acesso ao atendimento. Durante entrevista, também foi anunciada medidas de prevenção e controle do novo Coronavírus (COVID-19) no interior e foram esclarecidas dúvidas sobre o novo paciente infectado pela doença no Estado.

    Por medidas de segurança, o nome dos infectados serão mantidos em sigilo, o que foi informado pelo secretário estadual de saúde Rodrigo Tobias e pela presidente-diretora Rosemary Pinto, da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS). Segundo eles, o paciente é um homem de 55 anos e está em isolamento domiciliar, acompanhado de perto pelos profissionais de saúde.

    Mesmo com as medidas de prevenção, o secretário fez apelo à sociedade amazonense:

    “Último caso está isolado. Já estamos cuidando de tudo para que o quadro desse paciente mude. Mas, nós, como um coletivo, precisamos acatar as medidas de prevenção. É necessário sim que todos fiquem em casa. Permaneçam tomando os cuidados indicados, lavando as mãos e outros cuidados que vocês sabem. Nesse momento precisamos enfrentar isso juntos”, afirmou Rodrigo.

    A primeira paciente infectada pelo vírus já está em situação estável e não corre mais o risco de transmitir a doença. A diretora-presidente Rosemary também falou sobre a situação no interior.

    “Não há casos confirmados no interior. Profissionais da área de saúde do interior foram treinados em dezembro de 2019, logo no início da epidemia para diagnosticar casos nos municípios. Quanto aos exames, apenas o Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen) é autorizado pelo Ministério da Saúde”, explicou Rosemary.

    A diretora continuou explicando sobre a rede privada de saúde: “existe um diálogo entre os laboratórios, eles sempre vão informar caso algum paciente esteja infectado ao Lacen, pois apenas o laboratório central poderá emitir laudo definitivo”.

    Dia 23 de março começará a campanha de vacinação contra a gripe. No Amazonas, esse período é comum com o aparecimento de doenças respiratórias graves. A prevenção com o grupo de risco deve começar de imediato. 

    Coronavirus