Fonte: OpenWeather

    Esclarecimentos


    Moto Honda se pronuncia após polêmica com coronavírus e Alcolumbre

    O presidente do Senado diagnosticado com coronavírus visitou a fábrica da multinacional na semana passada

    O presidente do Senado visitou vários setores da fábrica | Foto: Diego Peres/Secom

    Manaus - Após o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, ser confirmado com o diagnóstico de coronavírus, uma polêmica "correu" nas redes sociais de que haveria um suposto surto da doença e transmissão dentro da empresa Moto Honda da Amazônia, um dos locais visitados pelo parlamentar e pela comitiva do Governo do Amazonas.

    A empresa decidiu se pronunciar nesta quinta-feira (19) e negou, por meio de nota, qualquer contágio ou transmissão comunitária entre os seus colaboradores. 

    Wilson Lima fez o teste para coronavírus e o resultado foi negativo
    Wilson Lima fez o teste para coronavírus e o resultado foi negativo | Foto: Diego Peres/Secom


    Veja o comunicado oficial da multinacional:

    O presidente do Senado Federal, sr. Davi Alcolumbre, esteve presente em um evento da Moto Honda da Amazônia, em Manaus-AM, no dia 12/03, permanecendo nas instalações da empresa pelo período aproximado de duas horas. Após o evento, seguiu para outros compromissos.

    De acordo com nota oficial emitida pela assessoria de imprensa do presidente do Senado Federal, no dia 14 de março, data posterior ao evento, o sr. Davi Alcolumbre realizou um teste para a Covid-19, que resultou negativo. Portanto, não há evidências de que houve contaminação durante o evento da marca. 

    A Honda ainda informa que está, diariamente, revisando as contra medidas em resposta aos desafios impostos pelo avanço do Covid-19, priorizando a segurança e saúde das pessoas, a conformidade às diretrizes governamentais para conter o avanço da epidemia, bem como, a continuidade dos negócios.

    *Com informações da assessoria